Show simple item record

dc.contributor.advisorPoker, José Geraldo Alberto Bertoncini [UNESP]
dc.contributor.authorBarbosa, Paulo Henrique [UNESP]
dc.date.accessioned2019-01-07T14:27:21Z
dc.date.available2019-01-07T14:27:21Z
dc.date.issued2018-11-23
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/180357
dc.description.abstractO presente trabalho discute as conexões e influências recíprocas entre crenças religiosas e comportamento econômico, tomando como objeto de observação as empresas de propriedade familiar. Orientou-se precipuamente pelas formulações teóricas e metodológicas presentes em estudos de Max Weber, Pierre Bourdieu e Clifford Geertz, estabelecendo ainda diálogo com a teoria da administração especializada. Considerou-se que as empresas familiares são um tipo de organização racional-burocrático, dada sua finalidade econômica e natureza capitalista, que combina, em graus variados ao longo de seu desenvolvimento, elementos de dominação tradicional e carismática, dado o caráter dos vínculos que unem seus proprietários e dirigentes. Paralelamente a uma estrutura de governança corporativa baseada em órgãos com competências rigorosamente definidas e regulamentos positivados, conta com um sistema simbólico composto por uma narrativa histórica do fundador e da família proprietária, formulações éticas atribuídas àquelas trajetórias e um consenso moral entre os detentores de capital em torno da continuidade do negócio comum. Esse sistema simbólico da empresa familiar pode, em determinadas situações, desenvolver afinidades eletivas com uma visão de mundo religiosa adequada ao interesse religioso específico da família empresária. Num estudo de caso concreto, observou-se o Grupo Industrial Jacto, com sede em Pompeia, Estado de São Paulo. Notou-se que, no desenvolvimento da companhia, condutas econômicas relacionadas a decisões de continuidade da propriedade comum, gestão das relações familiares, processos comunicativos e formação de um habitus específico de família empresária, fundamental à formação de herdeiros e das gerações seguintes de proprietários, relacionou-se com uma ética cristã das relações familiares de tipo particular, em boa parte presente no conjunto de doutrinas promovido pela Universidade da Família, organização religiosa fundada e presidida pelo irmão-acionista que também tem presidido o Conselho de Administração do grupo empresarial desde a criação do órgão. A coincidência de carreiras dessa figura-chave da família empresária foi o fator decisivo de aproximação e adequação mútuas entre oferta religiosa e interesse religioso no caso observado.pt
dc.description.abstractThis work discusses the connections and reciprocal influence between religious beliefs and economic behavior, having as object of observation the family business. It has been oriented, mainly, by the theoretical and methodological formulations found on Max Weber, Pierre Bourdieu and Clifford Geertz’s studies, making a dialogue with the specialized theory of administration. It has considered that the family business are a kind of rational-bureaucratic organization, for its economic finality and capitalist nature, that mixes, in different levels during its development, elements of traditional and charismatic domination, for the character of the links between proprietors and leaders. Parallel the structure of corporative governance based on rules strictly defined and positived, it has a symbolic system composed for a historical narrative of the founder and the business family, ethical formulations attributed to those trajectories and a moral consensus between the capital owners for the common business continuation. In specific situations, this symbolic system of the family firm can develop elective affinities with a religious worldview suitable to the specific religious interest of the business family. In a case study, it has considered the Grupo Industrial Jacto, with its main business place in Pompeia, São Paulo. It has been seen that, during the development of the company, economic actions related to decisions about continuity of the common property, administration of family relations, communicative process and the formation of an specific owner-family habitus, fundamental to the formation of heirs and the following generations of owners, have connected to a particular kind of a Christian ethic of the family relations, that, in a significative part, is found on the set of doctrines promoted by Universidade da Família, a religious organization founded and presided over by the brother-shareholder that also has presided over the Administration Council of the business group since its beginning. The coincidence of careers of this key-figure in the business family was the decisive factor for a mutual approach and adequacy between religious offer and interest in the observed case.en
dc.description.sponsorshipNão recebi financiamento
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.subjectReligiãopt
dc.subjectEconomiapt
dc.subjectEmpresas familiarespt
dc.subjectReligionen
dc.subjectEconomyen
dc.subjectFamily businessen
dc.titleCrenças religiosas e comportamento econômico: afinidades eletivas numa empresa familiarpt
dc.title.alternativeReligious beliefs and economic behaviour: elective affinities in a family businessen
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramCiências Sociais - FFCpt
unesp.knowledgeAreaCiências sociaispt
unesp.researchAreaPensamento social e políticas públicaspt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Filosofia e Ciências, Maríliapt
unesp.embargoOnlinept
dc.identifier.aleph000911257
dc.identifier.capes33004110042P8
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record