Show simple item record

dc.contributor.advisorMing, Lin Chau
dc.contributor.advisorPinto, Leonardo de Barros
dc.contributor.authorCampos, Marcio Gonçalves
dc.date.accessioned2019-01-29T18:21:04Z
dc.date.available2019-01-29T18:21:04Z
dc.date.issued2018-11-23
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/180591
dc.description.abstractO município de Botucatu é reconhecido por ser importante fornecedor de produtos orgânicos e por possuir diversos sistemas de produção ligados à horticultura. A ausência de dados oficiais sobre a produção no município tem impedido o planejamento adequado de ações que visem o seu desenvolvimento, o que justifica o olhar científico sobre este tema. Propõe-se analisar o sistema de produção de plantas hortícolas, caracterizar o desenvolvimento de técnicas culturais e as condições socioeconômicas destes produtores rurais do interior paulista. Realizaram-se entrevistas com o planejamento amostral totalizando 89 agricultores familiares e não familiares. Utilizou-se o método estatístico multivariado. Os horticultores pesquisados caracterizam-se por níveis tecnológicos de produção como tradicionais (70%), em transição (11%) e modernos (19%). Houve a definição de classes econômicas (A, B, C, D, E) com base na análise da renda agrícola obtida com a horticultura, que referiu a seguinte porcentagem de distribuição por faixa de renda: Classe E (63%), D (24%), C (11%) e a A/B com (2%). Por meio da análise multivariada com o uso de dendrogramas identificaram-se quatro grupos principais: o agrupamento de horticultores tradicionais e diversificados (63%), dos horticultores em transição tecnológica e especializados (24%), dos produtores rurais modernos e orgânicos (5%) e, por último, o grupo de modernos e convencionais (2%). Conclui-se que a renda agrícola obtida com as produções de hortaliças, plantas medicinais e frutíferas orgânicas em campo aberto, assim como as de tomates e pimentões em ambientes protegidos (estufas agrícolas), e agriões, rúculas e alfaces em sistema de hidroponia foram os sistemas de cultivos evidenciados mais rentáveis. Corrobora com estes resultados o fato de os horticultores que recebem a assistência técnica e extensão rural possuírem correlação positiva sobre a melhoria da gestão administrativa e técnica da propriedade rural.pt
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.subjectOlericultura. Fruticultura. Plantas medicinais. Sistemas de cultivo. Produção familiar.pt
dc.titleAnálise da diversidade dos sistemas de produção na horticultura no contexto do desenvolvimento do município de Botucatu-SPpt
dc.title.alternativeAnalysis of the diversity of horticulture production systems in the context of the development of the municipality of Botucatu-SPpt
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramAgronomia (Horticultura) - FCApt
unesp.knowledgeAreaOutrapt
unesp.researchAreaSistemas de produção. Tratos culturaispt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências Agronômicas, Botucatupt
unesp.embargoOnlinept
dc.identifier.aleph000912096
dc.identifier.capes33004064014P0
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record