Show simple item record

dc.contributor.advisorCosta, Rogerio Caetano da [UNESP]
dc.contributor.authorPescinelli, Régis Augusto
dc.date.accessioned2019-03-27T11:36:36Z
dc.date.available2019-03-27T11:36:36Z
dc.date.issued2019-02-18
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/181214
dc.description.abstractEstudos sobre a biodiversidade são fundamentais para o conhecimento biológico. Assim sendo, o presente estudo teve como objetivo conhecer a assembleia e a microdistribuição dos camarões Alpheidae presentes na região intermareal estuarina de Cananéia, São Paulo, Brasil. Além de caracterizar a história de vida de Alpheus brasileiro, espécie mais abundante nas áreas estudadas, a estrutura populacional, os parâmetros de crescimento, a longevidade e o desenvolvimento dos primeiros estágios larvais da espécie. As hipóteses de que as espécies apresentam microdistribuição diferenciada na região intermareal e de que a monogamia social influencia na estrutura populacional e nos parâmetros de crescimento de A. brasileiro foram testadas. A região estuarina de Cananéia é considerada uma das mais conservadas da costa brasileira, portanto, todo o conhecimento sobre esse importante ecossistema é fundamental, principalmente para comparações com áreas diferentes graus de conservação. A assembleia de Alpheidae se caracterizou por sete espécies: A. brasileiro, Alpheus buckupi, Alpheus carlae, Alpheus estuariensis, Alpheus petronioi, Athanas nitescens e Salmoneus carvachoi. A microdistribuição evidenciou a influência de A. brasileiro sobre as demais espécies, principalmente devido à maior abundância e constância que a espécie apresentou. Os resultados sobre a estrutura populacional da espécie estão diretamente relacionados ao seu comportamento monogâmico social, no qual se caracteriza pela formação de pares heterossexuais que compartilham o mesmo refúgio. Desta forma, não houve diferenças na razão sexual assim como no tamanho médio de machos e de fêmeas. Já os parâmetros de crescimento e a longevidade diferiram entre os sexos, com machos vivendo mais e atingindo maiores tamanhos (1.64 anos e 9.49 mm) comparados às fêmeas (1.32 anos e 9.31mm). Os resultados obtidos sobre a biologia de A. brasileiro somados à descrição de seus primeiros estágios larvais caracterizam grande parte da história de vida da espécie. Além disso, os resultados sobre a assembleia de camarões Alpheidae na região intermareal de Cananéia fornecem informações importantíssimas sobre a biodiversidade local.pt
dc.description.abstractStudies about biodiversity are fundamental for biological knowledge. Therefore, the aim of the present study was to know the assemblage and the microdistribution of the Alpheidae shrimps present in the intertidal estuarine region of Cananéia, São Paulo State, Brazil. In addition to characterizing the life history of Alpheus brasileiro, the most abundant species in the studied areas. Population structure, growth parameters, longevity and development of the first larval stages of the species was also investigated. The hypotheses that the species show differentiated microdistribution in the intertidal region and that social monogamy influences the population structure and growth patterns of A. brasileiro were tested. The estuarine region of Cananéia is considered one of the most conserved of the Brazilian coast, therefore, all the knowledge about this important ecosystem is fundamental mainly for comparisons with areas in different degrees of conservation. The Alpheidae assemblage was characterized by seven species: A. brasileiro, Alpheus buckupi, Alpheus carlae, Alpheus estuariensis, Alpheus petronioi, Athanas nitescens e Salmoneus carvachoi. The microdistribution evidenced the influence of A. brasileiro on the other species, mainly due to the abundance and constancy that this species presented. The results on the population structure of the species are directly related to its monogamous social behavior, in which it is characterized by the formation of heterosexual pairs that share the same refuge. Thus, there were no differences in the sex ratio as well as the average size of males and females. The parameters of growth and longevity differed between the sexes, with males living longer and reaching larger sizes (1.64 years and 9.49 mm) than the females (1.32 years and 9.31 mm). The results obtained on the biology of A. brasileiro, including the description of its first larval stages characterize a great part of the life history of this species. In addition, the results on the Alpheidae assemblage in the intertidal region of Cananéia provide important information on local biodiversity.en
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.subjectAssembleiapt
dc.subjectmicrodistribuiçãopt
dc.subjectcrescimentopt
dc.subjectlongevidadept
dc.subjectdesenvolvimento larvalpt
dc.subjectCananéiapt
dc.subjectAssemblageen
dc.subjectmicrodistributionen
dc.subjectgrowthen
dc.subjectlongevityen
dc.subjectlarval developmenten
dc.titleDiversidade e história de vida dos camarões Alpheidae de regiões intermareais no limite sul do Estado de São Paulo, Brasilpt
dc.title.alternativeDiversity and life history of Alpheidae shrimps of the intertidal areas at South limit of São Paulo State, Brazilen
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso restrito
dc.description.sponsorshipId140608/2015-0
unesp.graduateProgramCiências Biológicas (Zoologia) - IBBpt
unesp.knowledgeAreaZoologiapt
unesp.researchAreaMorfologia, reprodução e desenvolvimentopt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Instituto de Biociências, Botucatupt
unesp.embargo24 meses após a data da defesapt
dc.identifier.aleph000914285
dc.identifier.capes33004064012P8
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record