Show simple item record

dc.contributor.advisorSartori, José Roberto
dc.contributor.advisorTse, Marcos Livio Panhoza
dc.contributor.authorAlmeida, Ianê Correia de Lima
dc.date.accessioned2019-04-16T15:18:31Z
dc.date.available2019-04-16T15:18:31Z
dc.date.issued2019-03-28
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/181560
dc.description.abstractA adequada suplementação mineral pode colaborar para a redução de distúrbios ósseos e locomotores. O objetivo foi descrever e explicar o efeito da substituição parcial ou total de fontes de zinco na dieta de frangos de corte sobre produtividade, capacidade de locomoção, qualidade óssea e bem-estar. Foram conduzidos dois experimentos, na Área de Ensino, Pesquisa e Extensão em Avicultura de corte da FMVZ/UNESP, câmpus de Botucatu. Para o Experimento I foram adquiridas 400 aves da linhagem Ross® 308, com 30 dias de idade, de um aviário comercial, e alocadas em 8 boxes com 50 aves cada. O bem-estar foi qualificado por dois métodos, o gait score e o latency to lie, que são, respectivamente, a maneira como as aves caminham e sua capacidade de manterem-se em pé e, posteriormente, estes métodos foram comparados e correlacionados. Essas avaliações foram realizadas quando as aves atingiram 2,8 kg (±140 g), aproximadamente aos 39 dias. Para o Experimento II foram utilizados 1.512 frangos de corte machos com um dia, da linhagem Ross®308 distribuídos entre os tratamentos. O delineamento experimental foi em blocos casualizados com três tratamentos (T1: Controle - 80ppm de zinco inorgânico; T2: 40ppm de zinco inorgânico acrescido de 40ppm de zinco orgânico; T3: 40ppm de zinco orgânico) e oito repetições de 63 aves cada. As fontes de zinco inorgânico e orgânico utilizadas foram, respectivamente, sulfato de zinco (35%) e zinco na forma de complexo aminoacídico. O desempenho das aves foi quantificado, e quando atingiram peso médio de 2,8 kg, foi realizado gait score e latency to lie. No 43º dia 144 aves, seis aves por repetição (48 aves/tratamento) dentro do peso médio da repetição (±5%), foram abatidas e suas carcaças inteiras e cortes pesados para cálculo de rendimento. Nas mesmas amostras foram mensurados resistência de pele, espondilolistese, síndrome do osso negro, teor de matéria seca, índice Seedor, resistência e diâmetro ósseos e minerais no osso. Para análise dos dados utilizou-se o programa estatístico SAS 9.2. No Experimento I obteve-se correlação altamente significativa (- 0,6408 – p<0,0001) entre os dois métodos de avaliação de bem-estar e a utilização do latency to lie em aviários comerciais é viável. No experimento II verificou-se que as diferentes associações de zinco inorgânico e zinco orgânico não influenciaram a capacidade de caminhar ou manter-se em pé das aves e, independentemente da fonte de zinco, o desempenho não foi afetado. O rendimento de gordura (P = 0,0002) e de dorso (P <0,0001) foram maiores para o tratamento 3. O tratamento 1 aumentou a resistência da tíbia (P=0,0352), o que pode ter ocorrido em função do maior teor de cálcio encontrado neste osso. Os fêmures do tratamento 3 apresentaram maior teor de zinco (P<0,0001). A fonte de zinco não é fator limitante para índices produtivos, qualidade óssea e capacidade locomotora de frangos de corte, o que pode demonstrar que este mineral na forma orgânica é mais biodisponível, visto que foi utilizado em níveis inferiores na dieta.pt
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.subjectbem-estarpt
dc.subjectcomplexo aminoacídicopt
dc.subjectprodutividadept
dc.subjectzincopt
dc.titleDesempenho e métodos de avaliação de bem-estar e qualidade óssea de frangos de corte alimentados com duas fontes de zincopt
dc.title.alternativePerformance and welfare assessments and bone quality of broilers chickens fed with two sources of zincpt
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.description.sponsorshipIdFAPESP: 2016/04613-5
unesp.graduateProgramZootecnia - FMVZpt
unesp.knowledgeAreaProdução animalpt
unesp.researchAreaAvicultura e bem-estar animalpt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Botucatupt
unesp.embargoOnlinept
dc.identifier.aleph000915190
dc.identifier.capes33004064048P2
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record