Show simple item record

dc.contributor.advisorCirelli, Joni Augusto [UNESP]
dc.contributor.authorCominotte, Mariana Aline
dc.date.accessioned2020-06-03T03:49:08Z
dc.date.available2020-06-03T03:49:08Z
dc.date.issued2020-03-30
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/192696
dc.description.abstractA qualidade do tecido ósseo representa condição “sine qua non” para a estabilidade e longevidade de implantes biomédicos. Diante de fatores sistêmicos relacionados à insuficiência e/ou má qualidade do tecido ósseo peri-implantar, o desenvolvimento de superfícies de titânio com atividade osteogênica é amplamente incentivado na área da implantodontia. Sendo assim, este Estudo avaliou diferentes formas de tratamentos da superfície das amostras de titânio comercialmente puro (Ticp) e titânio liga 6Alumínio-4Vanádio, que visam o favorecimento dos mecanismos celulares de osteogênese. Este estudo foi divido em 2 capítulos. Na publicação 1 as amostras foram divididas em 3 grupos de acordo com os tratamentos (Grupo 1: Titânio comercialmente puro – MS; Grupo 2: Tratamento com NaOH - AES; Grupo 3: Tratamento com NaOH associado à deposição de Estrôncio (Sr) – Sr-AES. Os resultados demonstraram que as superfícies dos Grupos 2 e 3 apresentaram-se mais rugosas, quando avaliadas em perfilômetro, e mais hidrofílicas em teste de molhabilidade, em comparação às do Grupo 1 (p < 0.05, One Way Anova). As células em contato com a superfície do Grupo 3 apresentaram espraiamento celular mais evidente, em comparação aos Grupos 1 e 2, indicando que a adição do estrôncio às amostras foi favorável ao desenvolvimento das células precursoras ósseas. Na publicação, as amostras foram divididas em 3 grupos de acordo com os diferentes tratamentos. Grupo A: titânio comercialmente puro – Ticp; Grupo B: Ti-6Al-4V com jateamento e tratamento duplo-ácido (HCl e H3PO4); Grupo C: Ti-6Al-4V com jateamento e tratamento ácido-básico (NaOH + H3PO4). Os testes físicos, por meio de avaliações com microscopia confocal à laser, demonstraram que as amostras do Grupo B apresentaram-se mais rugosas, se comparadas ao Grupo A e C, seguidas pelo Grupo C, se comparadas às amostras do Grupo A. As células sobre a superfície do Grupo B demonstraram-se mais viáveis que as células dos Grupos A e C (p < 0.05, Two Way Anova), avaliadas por meio do teste de Alamar Blue®. A adesão célular, analisada por meio das imagens de MEV, demonstraram resultados semelhantes para ambos os grupos. Entretanto, a morfologia e o espraiamento celular, analisadas por meio das imagens de fluorescência direta, assim como, a expressão gênica de proteínas relacionadas à via ostegênica, demonstraram-se favoráveis para os Grupos B e C, se comparadas, ao Grupo A. De modo geral, este trabalho demonstra que o jateamento e/ou tratamento químico com substâncias àcidas e básicas, para o aumento da rugosidade superficial, e a adição de estrôncio com potencial osteogênico, visando à maturação celular, foram eficientes, observando-se a correlação direta destas modificações, com os processos de adesão, viabilidade e maturação celular, visto que, nas superfícies mais rugosas, e nas superfícies com adição de estrôncio, as células demonstram estágios mais avançados de diferenciação osteoblástica.pt
dc.description.abstractThe quality of bone tissue represents a “sine qua non” condition for the stability and longevity of biomedical implants. Faced with systemic factors related to insufficiency and / or poor quality of peri-implant bone tissue, the development of titanium surfaces with osteogenic activity is encouraged in the implantology. Thus, this study evaluated different forms of surface treatments of samples of commercially pure titanium (Ticp) and titanium alloy 6Aluminium-4Vanadium, which aim to favor the cellular mechanisms of osteogenesis. This study was divided into 2 chapters. In Publication 1 the samples were divided into 3 groups according to the treatments (Group 1: Commercially pure titanium - MS; Group 2: Treatment with NaOH - AES; Group 3: Treatment with NaOH associated with the deposition of Strontium (Sr) - Sr -AES The results showed that the surfaces of Groups 2 and 3 were rougher when evaluated using a profilometer, and more hydrophilic in a wettability test, compared to Group 1 (p <0.05, One Way Anova). The cells in contact with the Group 3 surface showed more evident cell spread, compared to Groups 1 and 2, indicating that the addition of strontium to the samples was favorable to the development of bone precursor cells. groups according to different treatments Group A: commercially pure titanium (Ticp); Group B: Ti-6Al-4V with blasting and double-acid treatment (HCl and H3PO4); Group C: Ti-6Al-4V with blasting and acid-base treatment (NaOH + H3PO4). Physical tests, using evaluations with laser confocal microscopy, showed that Group B samples were more rough when compared to Group A and C, followed by Group C, compared to Group A samples. on the surface of Group B, they were more viable than the cells of Groups A and C (p <0.05, Two Way Anova), evaluated by means of the Alamar Blue® test. Cell adhesion, analyzed using SEM images, showed similar results for both groups. However, cell morphology and spread, analyzed by means of direct fluorescence images, as well as the gene expression of proteins related to the ostegenic pathway, proved to be favorable for Groups B and C, if compared, to Group A. in general, this work demonstrates that blasting and/or chemical treatment with acidic and basic substances, to increase surface roughness, and the addition of strontium with osteogenic potential, aiming at cell maturation, were efficient, observing the direct correlation of these modifications, with the processes of adhesion, viability and cell maturation, since, on the rougher surfaces, and on the surfaces with the addition of strontium, the cells demonstrate more advanced stages of osteoblastic differentiation.pt
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.subjectTeste de materiaispt
dc.subjectImplantes dentáriospt
dc.subjectOsseointegraçãopt
dc.subjectMaterials testingen
dc.subjectDental implantsen
dc.subjectOsseointegrationen
dc.titleAvaliação de diferentes tratamentos de superfícies de Ticp e Ti-6Al-4V-ELI: análises físicas, químicas e biológicas in vitropt
dc.title.alternativeEvaluation of different surface treatments of cpTi and Ti-6Al-4V-ELI: physical, chemical and biological analysis in vitropt
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso restrito
dc.description.sponsorshipIdCNPq: 140193/2017pt
unesp.graduateProgramOdontologia - FOARpt
unesp.knowledgeAreaPeriodontiapt
unesp.researchArea"Não Consta"pt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Odontologia, Araraquarapt
unesp.embargo24 meses após a data da defesapt
dc.identifier.aleph000931569pt
dc.identifier.capes33004030059P1
unesp.examinationboard.typeBanca públicapt
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record