Show simple item record

dc.contributor.advisorTonhati, Humberto [UNESP]
dc.contributor.advisorLázaro, Sirlene Fernandes
dc.contributor.authorCarvalho, Isabella Silva de
dc.date.accessioned2021-08-05T20:21:03Z
dc.date.available2021-08-05T20:21:03Z
dc.date.issued2021-07-23
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/213889
dc.description.abstractThe profitability of buffalo activity is highly dependent on milk production and is closely associated with the longevity of the animals since the permanence of females contributes to the increase in milk production. A high genetic correlation between milk production and longevity results in greater economic gain, as buffaloes that produce more milk will tend to stay longer in the producing herd. The calculation of genetic trends, which are responsible for indicating the animal's genetic progress and thus, speeding up breeding programs is necessary. However, works in this area are still scarce, mainly for buffaloes. Therefore, this chapter aimed to: 1) estimate the genetic parameters for the characteristics of longevity (LG) and accumulated milk production at 305 days (P305) using a two-trait animal model and the single-step GBLUP method; and 2) estimate the genetic gain for GL through direct and indirect selection of P305. A total of 3,763 first lactations of Murrah dairy buffaloes, collected between 1987 and 2020 belonging to 6 Brazilian herds (Ceará, Rio Grande do Norte and São Paulo) and 960 animals genotyped using the 90K Axiom Buffalo Genotyping (Thermo Fisher Scientific, Santa Clara, CA) were used to estimate the genetic parameters. In the animal model, random effects were additive and residual genetic. The heritability estimate for P305 was 0.25 and for LG it was 0.13. The genetic gain for LG was 0.13 under direct selection, and 0.14 under indirect selection, which results in a relative selection efficiency of 11% under selection for P305 compared to direct selection. The genetic correlation between the two traits was 0.77, indicating that animals with genetic potential for high P305 tend to be longer-lived. The genetic trends for P305 and LG were 0.22 kg/year and 5.20 days/year, respectively, indicating a positive response and which reaffirms its relationship with the high genetic correlation between the two traits. The bias values obtained in the analysis are adequate, as for low heritability traits a larger number of genotyped animals is needed so that the reliability of the validation increases and the bias is reduced, while for high heritability traits the number of animals needed is smaller.en
dc.description.abstractA lucratividade da atividade bubalina é altamente dependente da produção de leite e está estritamente associada com a longevidade dos animais uma vez que a permanência das fêmeas contribui para o aumento da produção de leite. Uma correlação genética elevada entre a produção de leite e a longevidade resulta em maior ganho econômico, visto que as búfalas que produzirem maior quantidade de leite tenderão a permanecer por mais tempo no rebanho em produção. O cálculo das tendências genéticas, as quais são responsáveis por indicar o progresso nas características de importância econômica é necessário. No entanto, trabalhos nessa área ainda são escassos, principalmente, para búfalos. Portanto, este capítulo teve como objetivos: 1) estimar os parâmetros genéticos para as características de longevidade (LG) e produção de leite acumulada aos 305 dias (P305) utilizando um modelo animal bicaracterístico e o método single-step GBLUP; e 2) estimar o ganho genético para a LG através da seleção direta e indireta da P305. Um total de 3.763 primeiras lactações de búfalas leiteiras da raça Murrah, coletadas entre 1987 a 2020 pertencentes a 6 rebanhos brasileiros (Ceará, Rio Grande do Norte e São Paulo) e 960 animais genotipados usando o 90K Axiom Buffalo Genotyping (Thermo Fisher Scientific, Santa Clara, CA) foram utilizados para estimação dos parâmetros genéticos. No modelo animal, os efeitos aleatórios foram genéticos aditivo e residuais. A estimativa de herdabilidade para P305 foi de 0,25 e para LG foi de 0,13. O ganho genético para a LG foi de 0,13 sob seleção direta, e de 0,14 sob seleção indireta, o que resulta em eficiência relativa de seleção de 11% sob seleção para P305 em comparação com a seleção direta. A correlação genética entre as duas características foi de 0,77, indicando que animais com potencial genético para elevada P305 tendem a ser mais longevos. As tendências genéticas para P305 e LG foram 0,22 kg/ano e 5,20 22 dias/ano, respectivamente. Os valores do viés obtidos na análise são adequados, pois para características de baixa herdabilidade é necessário um número maior de animais genotipados para que a confiabilidade da validação aumente e o viés seja reduzido, enquanto que para características de alta herdabilidade o número de animais necessários é menor.pt
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.subjectGenética animalpt
dc.subjectSeleçãopt
dc.subjectCorrelação (Estatística)pt
dc.subjectAnimais Melhoramento genéticopt
dc.subjectAnimais domésticospt
dc.titleSeleção genômica entre longevidade e produção de leite em bubalinos (Bubalus bubalis)pt
dc.title.alternativeGenomic selection between longevity and production of milk in buffaloes (Bubalus bubalis)en
dc.typeTrabalho de conclusão de curso
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.description.sponsorshipId2020/11943-7
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabalpt
unesp.undergraduateZootecnia - fcavpt
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record