Exibir registro simples

dc.contributor.authorMichelotto, Marcos D.
dc.contributor.authorBusoli, Antonio C. [UNESP]
dc.date.accessioned2014-05-20T13:15:03Z
dc.date.available2014-05-20T13:15:03Z
dc.date.issued2006-04-01
dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/S1519-566X2006000200015
dc.identifier.citationNeotropical Entomology. Sociedade Entomológica do Brasil, v. 35, n. 2, p. 251-256, 2006.
dc.identifier.issn1519-566X
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/2316
dc.description.abstractO pulgão Aphis gossypii Glover é vetor do vírus do mosaico das nervuras do algodoeiro (VMNA), que pode ocasionar sérios prejuízos à cultura algodoeira. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da época de inoculação do VMNA pelo pulgão no desenvolvimento e na produção das plantas de algodoeiro. O ensaio foi conduzido em casa-de-vegetação da UNESP - Universidade Estadual Paulista, em Jaboticabal, SP. Plantas de algodoeiro da cultivar CNPA ITA 90 com 20, 27, 34, 41, 48 e 55 dias após a emergência (DAE) receberam um adulto áptero e virulífero de A. gossypii, que permaneceu confinado nas plantas por um Período de Acesso à Inoculação (PAI) de 48h. Avaliou-se a percentagem de plantas com os sintomas da doença e a influência nos aspectos fenológicos das plantas de algodoeiro. A idade das plantas não influenciou a eficiência de transmissão do VMNA, com percentagens de plantas com sintomas da doença variando de 40% a 65% (20 e 48 DAE, respectivamente). A altura das plantas sofreu reduções de 54,5% (20 DAE) a 1,3% (55 DAE) em relação às plantas testemunhas. O número e diâmetro das maçãs também foram influenciados pela idade das plantas no momento da inoculação. Plantas inoculadas aos 20 DAE não produziram algodão. Plantas inoculadas aos 55 DAE produziram 20,7 g/planta, sendo significativamente inferior ao observado nas plantas sadias (35,9 g/planta). A severidade dos sintomas é diretamente relacionada com a idade das plantas de algodoeiro no momento da infecção.pt
dc.description.abstractAphis gossypii Glover is the vector of the Cotton Vein Mosaic Virus (CVMV), which causes serious damages to cotton. This work was carried out in a greenhouse at UNESP - Universidade Estadual Paulista, in Jaboticabal, São Paulo State, Brazil, to evaluate the effect of inoculation date of the CVMV on growth and yield of cotton plants. Cotton plants of cultivar CNPA ITA 90 at 20, 27, 34, 41, 48 and 55 days after the emergency (DAE) received one wingless viruliferous adult of A. gossypii, which remained confined in the plants for 48h. The percentage of plants with the symptoms of the disease and its influence in the phenological aspects of cotton plant were evaluated. The age of the plants did not influence the transmission efficiency of CVMV by A. gossypii. Percentages of plants showing disease symptoms varied from 40% to 65% when inoculated at 20 and 48 DAE, respectively. Plant height was reduced in 54.5% when they were infected 20 DAE and 1.3% when infection occurred at 55 DAE, as compared to the control. The number and diameter of the bolls were also influenced by the age the plants were infected. Plants inoculated 20 DAE did not produce cotton. Plants inoculated 55 DAE produced 20.7 g of cotton/plant, significantly less than control plants (35.9 g/plant). The severity of the symptoms was directly associated to the age the plants were infected with CVMV.en
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.format.extent251-256
dc.language.isopor
dc.publisherSociedade Entomológica do Brasil
dc.relation.ispartofNeotropical Entomology
dc.sourceSciELO
dc.subjectGossypium hirsutumpt
dc.subjectdoença viróticapt
dc.subjectvetorpt
dc.subjectGossypium hirsutumen
dc.subjectviral diseaseen
dc.subjectvectoren
dc.titleEfeito da época de inoculação do vírus do mosaico das nervuras por Aphis gossypii Glover (Hemiptera: Aphididae) no desenvolvimento e na produção do algodoeiropt
dc.title.alternativeEffect of the time of inoculation of the cotton vein mosaic virus by Aphis gossypii Glover (Hemiptera: Aphididae) on growth and yield of cotton plantsen
dc.typeArtigo
dc.contributor.institutionAgência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA)
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.description.affiliationAPTA CENTRO NORTE Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento de Mirassol
dc.description.affiliationUNESP FCAV Depto. Fitossanidade
dc.description.affiliationUnespUNESP FCAV Depto. Fitossanidade
dc.identifier.doi10.1590/S1519-566X2006000200015
dc.identifier.scieloS1519-566X2006000200015
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabalpt
dc.identifier.fileS1519-566X2006000200015.pdf
Localize o texto completo

Arquivos

Thumbnail

Este item aparece nas seguintes coleções

Exibir registro simples