Show simple item record

dc.contributor.authorMaia, Ana Cláudia Bortolozzi [UNESP]
dc.contributor.authorRibeiro, Paulo Rennes Marçal [UNESP]
dc.date.accessioned2014-05-20T15:16:38Z
dc.date.available2014-05-20T15:16:38Z
dc.date.issued2010-08-01
dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/S1413-65382010000200002
dc.identifier.citationRevista Brasileira de Educação Especial. Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE, v. 16, n. 2, p. 159-176, 2010.
dc.identifier.issn1413-6538
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/30124
dc.description.abstractEste texto aborda a presença de idéias preconceituosas sobre a sexualidade de pessoas com deficiência discorrendo, de modo critico e reflexivo, sobre diversos mitos, tais como: (1) pessoas com deficiência são assexuadas: não têm sentimentos, pensamentos e necessidades sexuais; (2) pessoas com deficiência são hiperssexuadas: seus desejos são incontroláveis e exacerbados; (3) pessoas com deficiência são pouco atraentes, indesejáveis e incapazes para manter um relacionamento amoroso e sexual; (4) pessoas com deficiência não conseguem usufruir o sexo normal e têm disfunções sexuais relacionadas ao desejo, à excitação e ao orgasmo; (5) a reprodução para pessoas com deficiência é sempre problemática porque são pessoas estéreis, geram filhos com deficiência ou não têm condições de cuidar deles. A crença nesses mitos revela um modo preconceituoso de compreender a sexualidade de pessoas com deficiência como sendo desviante a partir de padrões definidores de normalidade e isso se torna um obstáculo para a vida afetiva e sexual plena daqueles que são estigmatizados pela deficiência. Esclarecer esses mitos é um modo de superar a discriminação social e sexual que prejudica os ideais de uma sociedade inclusiva.pt
dc.description.abstractThis article discusses the presence of prejudice regarding the sexuality of people with disabilities. The issues that are described in a critical and reflective manner include various myths, such as: (1) people with disabilities are asexual: they have no feelings, thoughts and sexual needs, (2) people with disabilities have hightened sexuality: their desires are uncontrollable and exacerbated, (3) people with disabilities are unattractive, undesirable and unable to love and have sexual relationship, (4) people with disabilities are unable to enjoy normal sex and have sexual dysfunctions related to desire, excitement and orgasm, (5) reproduction for people with disabilities is always problematic because they are infertile, have children with disability or are unable to care of them. Belief in these myths reveals a biased understanding of sexuality of disabled people, seen as deviant, from normal standards. This is a barrier to affection and sex fulfillment for those who are stigmatized by disability. Clarifying these myths is a way of overcoming social and sexual discrimination that hinders the ideal of an inclusive society.en
dc.format.extent159-176
dc.language.isopor
dc.publisherAssociação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE
dc.relation.ispartofRevista Brasileira de Educação Especial
dc.sourceSciELO
dc.subjecteducação especialpt
dc.subjectsexualidadept
dc.subjectdeficiênciaspt
dc.subjectpreconceitopt
dc.subjectmitospt
dc.subjectSpecial Educationen
dc.subjectSexualityen
dc.subjectDisabilitiesen
dc.subjectPrejudiceen
dc.subjectMythsen
dc.titleDesfazendo mitos para minimizar o preconceito sobre a sexualidade de pessoas com deficiênciaspt
dc.title.alternativeDispelling myths to minimize prejudice about the sexuality of people with disabilityen
dc.typeArtigo
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.description.affiliationUnesp Faculdade de Ciências Departamento de Psicologia
dc.description.affiliationUnesp Faculdade de Ciências e Letras Departamento de Psicologia da Educação
dc.description.affiliationUnespUnesp Faculdade de Ciências Departamento de Psicologia
dc.description.affiliationUnespUnesp Faculdade de Ciências e Letras Departamento de Psicologia da Educação
dc.identifier.doi10.1590/S1413-65382010000200002
dc.identifier.scieloS1413-65382010000200002
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências, Baurupt
dc.identifier.fileS1413-65382010000200002.pdf
dc.identifier.lattes0418187005680125
dc.identifier.lattes7163791603588084
dc.identifier.orcid0000-0002-1552-5702
unesp.author.lattes0418187005680125[1]
unesp.author.lattes7163791603588084[2]
unesp.author.orcid0000-0002-1552-5702[2]
unesp.author.orcid0000-0003-4796-5451[1]
dc.relation.ispartofsjr0,197
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record