Show simple item record

dc.contributor.authorPastre, Carlos Marcelo [UNESP]
dc.contributor.authorBastos, Fábio do Nascimento [UNESP]
dc.contributor.authorNetto Júnior, Jayme [UNESP]
dc.contributor.authorVanderlei, Luiz Carlos Marques [UNESP]
dc.contributor.authorHoshi, Rosangela Akemi [UNESP]
dc.date.accessioned2014-05-20T13:23:22Z
dc.date.available2014-05-20T13:23:22Z
dc.date.issued2009-04-01
dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922009000200012
dc.identifier.citationRevista Brasileira de Medicina do Esporte. Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte, v. 15, n. 2, p. 138-144, 2009.
dc.identifier.issn1517-8692
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/7042
dc.description.abstractA recuperação pós-exercício consiste em restaurar os sistemas do corpo a sua condição basal, proporcionando equilíbrio e prevenindo a instalação de lesões e, nesse sentido, torna-se aspecto importante de todo programa de condicionamento físico, em quaisquer níveis de desempenho, mas, sobretudo nos mais elevados. O objetivo desta revisão foi reunir informações e descrever as respostas proporcionadas por métodos recuperativos pós-exercício, como crioterapia, contraste, massagem e recuperação ativa, constituindo uma fonte de atualização do referido tema. Utilizaram-se os bancos de dados MedLine, Scielo e Lilacs, como lista de periódicos, o SportsDiscus. Foram incluídos no estudo somente ensaios clínicos randomizados controlados e não-controlados, além de artigos de revisão referentes ao tema proposto. Optou-se por procurar os termos: cryotherapy, massage, active recovery, thermotherapy, immersion e exercise, individualmente e em cruzamentos. Como achado, observou-se que alguns estudos relatam que a crioterapia é prejudicial em se tratando de recuperação pós-exercício, pois reduz o desempenho imediatamente após a aplicação da técnica. Por outro lado, estudos apontam como sendo benéfica, pois reduzem o nível de creatinaquinase após alta intensidade de esforço, evitando danos musculares. Para o contraste, embora apresente significância em se tratando de remoção de lactato sanguíneo, sua efetividade necessita ser mais bem discutida. Na massagem e na recuperação ativa, os principais vieses descritos dizem respeito à pressão exercida e à intensidade do exercício, respectivamente. Entre as técnicas, as que parecem ter efeitos semelhantes são o contraste e a recuperação ativa, no que tange à remoção de lactato e diminuição da creatinaquinase. Ressalta-se que o tempo de exposição é de fundamental importância para todos os métodos. Entretanto, diversos estudos não se propõem a identificar os reais efeitos fisiológicos promovidos pelas técnicas, utilizando-as de modo inipiente. Portanto, a inconsistência dos resultados encontrados sugere que a análise das variáveis utilizadas como método de recuperação deve ser mais bem controlada.pt
dc.description.abstractThe post-exercise recovery consists in restoring the body systems to baseline condition, providing balance and preventing injuries installation and, in that sense; it becomes an important aspect of every fitness program, at any levels of performance, but especially in higher levels. The objective of this review was to gather information and to describe the responses provided by post-exercise recovery methods, such as cryotherapy, contrast water immersion, massage and active recovery, providing an update on this issue. MedLine, Scielo and Lilacs databases were used, as well as the SportsDiscus list of journals. Only randomized controlled and non-controlled clinical essays, in addition to review articles concerning the proposed topic were included. Our choice was for the search terms: cryotherapy, massage, active recovery, thermotherapy, immersion and exercise, individually and combined. It was observed that some studies report that cryotherapy is harmful concerning post-exercise recovery, once it reduces performance immediately after the technique application. on the other hand, studies point it as being beneficial due to its reduction in the creatine kinase level after exercise, avoiding hence muscle damage. Concerning contrast water immersion, although it presents significance when it comes to blood lactate removal, its effectiveness needs to be better discussed. Regarding massage and active recovery, the main described biases relate to the pressure and intensity of the exercise, respectively. Among the techniques, contrast water immersion and active recovery seem to have similar effects concerning lactate removal and creatine kinase decrease. It is highlighted that the exposure time is crucial for all methods. However, several studies do not try to identify the real physiological effects promoted by the techniques, having them in limited use. Therefore, the inconsistency of the results found suggests that the assessed variables used as a recovery method should be better controlled.en
dc.format.extent138-144
dc.language.isopor
dc.publisherSociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte
dc.relation.ispartofRevista Brasileira de Medicina do Esporte
dc.sourceSciELO
dc.subjectcrioterapiapt
dc.subjectmassagempt
dc.subjectrecuperação de função fisiológicapt
dc.subjectimersãopt
dc.subjectcryotherapyen
dc.subjectmassageen
dc.subjectrecovery of physiological functionen
dc.subjectimmersionen
dc.titleMétodos de recuperação pós-exercício: uma revisão sistemáticapt
dc.title.alternativePost-exercise recovery methods: a systematic reviewen
dc.typeArtigo
dcterms.licensehttp://www.scielo.br/revistas/rbme/paboutj.htm
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.description.affiliationUnesp Faculdade de Ciências e Tecnologia Programa de Mestrado em Fisioterapia
dc.description.affiliationUnesp Faculdade de Ciências e Tecnologia Departamento de Fisioterapia
dc.description.affiliationUnespUnesp Faculdade de Ciências e Tecnologia Programa de Mestrado em Fisioterapia
dc.description.affiliationUnespUnesp Faculdade de Ciências e Tecnologia Departamento de Fisioterapia
dc.identifier.doi10.1590/S1517-86922009000200012
dc.identifier.scieloS1517-86922009000200012
dc.identifier.wosWOS:000266133400012
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências e Tecnologia, Presidente Prudentept
dc.identifier.fileS1517-86922009000200012.pdf
dc.identifier.lattes2761396544058606
dc.identifier.lattes7436793626980121
dc.identifier.lattes5860525135106995
unesp.author.lattes2761396544058606[1]
unesp.author.lattes7436793626980121
unesp.author.lattes5860525135106995
unesp.author.orcid0000-0002-1891-3153[4]
unesp.author.orcid0000-0002-0213-6679[1]
dc.relation.ispartofjcr0.270
dc.relation.ispartofsjr0,185
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record