Show simple item record

dc.contributor.advisorMontovani, Jair Cortez [UNESP]
dc.contributor.authorBarrach, Regina Haddad [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:22:13Z
dc.date.available2014-06-11T19:22:13Z
dc.date.issued2010-02-23
dc.identifier.citationBARRACH, Regina Haddad. Avaliação das alterações orais em candidatos ao transplante de células-tronco hematopoéticas: identificação de fatores de risco para complicações clínicas. 2010. 116 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina de Botucatu, 2010.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/86316
dc.description.abstractA cavidade oral é um local potencial de complicações em pacientes imunossuprimidos podendo ser um importante local de agentes causadores de infecções sistêmicas, o que pode contribuir para a perda do transplante de célulastronco hematopoéticas, ou mesmo para o óbito do paciente. OBJETIVOS: Apresentar um modelo de avaliação para identificação de potenciais riscos das doenças orais em pacientes imunossuprimidos antes e após transplante de célulastronco hematopoéticas. O presente estudo é clínico, prospectivo, com modelo de coorte temporal longitudinal, realizado no período de julho de 2007 a dezembro de 2008 no Hospital Amaral Carvalho em Jaú/SP. Foram incluídos 65 pacientes divididos em 2 grupos de acordo com o tipo de transplante (alogênico e autológo), maiores de 18 anos, de ambos os sexos, portadores de doenças hematológicas malignas ou não, e que se submeteram ao transplante de células-tronco hematopoéticas no período acima citado. Foram feitas 3 avaliações odontológicas: no período pré-transplante (momento 1), uma semana após a infusão das célulastronco (momento 2) e cem dias pós-transplante (momento 3). Os dados de cada momento foram correlacionados de acordo com a pontuação obtida e os indivíduos foram classificados como grau de risco leve, moderado, grave e gravíssimo no momento 1 e graus de toxicidade leve, moderado, grave e gravíssimo nos momentos 2 e 3 para as complicações clínicas da cavidade oral. As alterações patológicas da boca mais frequentes foram as gengivites, pericoronarite de 3º molar e próteses nos três momentos. Porém, nos momentos 2 e 3 a principal causa do aumento da toxicidade associada a imunossupressão foi a mucosite. Mesmo em indivíduos classificados com grau leve, quando tinham mucosite em graus variados o período de internação hospitalar era maior o mesmo ocorrendo para as recidivas e óbitos...pt
dc.description.abstractOral cavity is a potential site for complications in immunosuppressed patients and it can be an important center of causative agents of systemic infections, which can contribute to the loss of hematopoietic stem cell transplantation, or even to patient’s death. To present an assessment model for identifying the potential risks of oral diseases in immunosuppressed patients, before and after the hematopoietic stem cell transplantation. This is a clinical, prospective study with model of longitudinal temporal cohort performed from July/2007 to December/2008, at the Amaral Carvalho Hospital, Jau, São Paulo. The sample comprised 65 patients who were divided into 2 groups according to transplant type (allogenous and autologous), older than 18 years old, both sexes, with or without malignant hematopoietic diseases, and who undergone hematopoietic stem cell transplantation during the aforementioned period. Three dental assessments were executed: at pretransplantation (Time 1), at one week after stem cell infusion (Time 2), and at 100-day post-transplantation (Time 3). Data of each time were correlated according to the score obtained, and the individuals were classified in: mild, moderate, severe, and very severe risk groups at Time 1; and, in mild, moderate, severe and very severe toxicity levels at Time 2 and 3, regarding to clinical complications of oral cavity. The most frequent pathological conditions were: gingivitis, pericoronaritis due to third molar, and presence of prosthesis, at three times. However, at Time 2 and 3, the main cause of the increase of toxicity associated to immunosuppression was mucositis. Even when mild-risk individuals exhibited mucositis at several levels, the hospital stay length was higher, as well as the relapses and deaths. In the identification of oral diseases in patients who will undergo hematopoietic stem cell transplantation, mucositis accounted... (Complete abstract click electronic access below)en
dc.format.extent116 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectDentística operatóriapt
dc.subjectBoca - Cirurgiapt
dc.subjectCélulas tronco - transplantept
dc.subjectMucositisen
dc.subjectOral complicationsen
dc.titleAvaliação das alterações orais em candidatos ao transplante de células-tronco hematopoéticas: identificação de fatores de risco para complicações clínicaspt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramBases Gerais da Cirurgia - FMBpt
unesp.knowledgeAreaAgressão, reparação, regeneração e transplante de tecidos e de orgãospt
unesp.researchAreaTransplantess clínicos e experimentais de órgãos e tecidospt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Medicina, Botucatupt
dc.identifier.aleph000612826
dc.identifier.filebarrach_rh_me_botfm.pdf
dc.identifier.capes33004064006P8
dc.identifier.lattes6121068386940628
unesp.author.lattes6121068386940628
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record