Show simple item record

dc.contributor.advisorBueno, Célia Regina Paes [UNESP]
dc.contributor.authorMello, Gláucia de [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:23:25Z
dc.date.available2014-06-11T19:23:25Z
dc.date.issued2002-10-31
dc.identifier.citationMELLO, Gláucia de. Variabilidade espacial de atributos do solo em áreas intensamente cultivadas nas regiões de Jaboticabal e Monte Alto - SP. 2002. ix, 78 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, 2002.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/88325
dc.description.abstractCom o objetivo de avaliar a variabilidade espacial das propriedades físicas e químicas, do potencial natural de erosão (PNE), das perdas de solo (A) e do risco de erosão (RE) em duas regiões distintas, através de análises geoestatísticas, e visando fornecer subsídios para descrição de padrões de ocorrência de fertilidade e de erosão em duas áreas intensamente cultivadas, avaliou-se a dependência espacial das seguintes variáveis químicas: P, MO, K, Ca, Mg, pH, CTC e V%; físicas: areia, silte e argila; do PNE, da A e do RE. Coletaram-se amostras de solo em duas profundidades (0-0,2 e 0,6-0,8 m) situados em malha irregular de amostragem na região de Monte Alto (SP), num Argissolo Vermelho-Amarelo (PVA), sob diferentes manejos e relevo ondulado, perfazendo 88 pontos em uma área total de 1465 ha; e na região de Jaboticabal em Latossolo Vermelho (LV) cultivado com cana-de-açúcar em relevo suave, perfazendo 128 pontos, numa área total de 2597 ha. As propriedades químicas e físicas dos solos estudados apresentaram dependência espacial, com exceção da CTC na profundidade de 0,6-0,8 m para o solo LV; Ca e argila na profundidade de 0-0,2 m, e P, MO, K, Mg, areia e argila na camada de 0,6-0,8 m no solo PVA. As variáveis químicas e físicas estudadas ajustaram-se aos modelos esférico, exponencial, e algumas apresentaram semivariograma sem estrutura definida. O solo PVA apresentou maior variabilidade espacial das propriedades químicas e físicas, principalmente na profundidade 0,6 -0,8 m, camada que sofre menor influência antrópica. O solo LV apresentou zonas mais homogêneas de fertilidade e granulometria. O solo PVA apresentou maiores RE, devido ao relevo, uso atual e manejo. Para o solo LV os riscos são menos expressivos, devido tanto ao relevo quanto à utilização de práticas de uso e manejo mais adequadas.pt
dc.description.abstractWith the aim to evaluate spatial variability of physical and chemical soil properties, natural erosion potential (NEP), soil losses (A) and erosion risk (ER) in two distinct regions through geostatistical analysis and to provide subsidies for description fertility and erosion standards in two intensively cultivated areas, was evaluated the spatial dependence of the following chemical variables: P, organic matter (OM), K, Ca, Mg, pH, cation exchange capacity (CEC) and base saturation (BS); physical variables: sand, silt and clay; NEP, A and ER. Were collected soil samples at two depth (0-0.2 and 0.6-0.8 m) located at irregular mesh of sampling in the region of Monte Alto (SP), in an Podzolic Yellow-Red (Alfissolo) (PVA), under different management and undulated topography resulting 88 points in 1465 ha of total area; and at the region of Jaboticabal in an Red Latosol (Oxissolo) (LV) cultivated with sugar cane on a smooth topography, resulting 128 points in 2597 ha of total area. The chemical and physical soil properties studied showed spatial dependence, except CEC at 0.6-0.8 m deep for LV; Ca and clay at 0-0.2 m deep and P, OM, K, Mg, sand and clay at 0.6-0.8 m deep for PVA. The chemical and physical variables studied were adjusted to spherical and exponential models and some showed semivariogram without defined structure. The PVA showed high spatial variability of chemical and physical soil properties, mainly at 0.6-0.8 m deep, layer with less antropic influence. The LV soil showed more homogenous zones of fertility and composition granulometric. The PVA soil showed high ER, due the relief, actual use and management. For LV soil the risks are less expressive due both the relief and the utilization of appropriated use and management practices.en
dc.format.extentix, 78 f. : il.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectSolos - Conservação - Fertilidadept
dc.subjectErosãopt
dc.subjectMateriais granuladospt
dc.subjectSoil fertilityen
dc.subjectComposition granulometricen
dc.titleVariabilidade espacial de atributos do solo em áreas intensamente cultivadas nas regiões de Jaboticabal e Monte Alto - SPpt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramAgronomia (Ciência do Solo) - FCAVpt
unesp.knowledgeAreaCiência do solopt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabalpt
dc.identifier.aleph000180399
dc.identifier.filemello_g_me_jabo.pdf
dc.identifier.capes33004102071P2
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record