Show simple item record

dc.contributor.advisorHofbauer, Andreas [UNESP]
dc.contributor.authorCruz, Leonardo Borges da [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:23:37Z
dc.date.available2014-06-11T19:23:37Z
dc.date.issued2006-12-14
dc.identifier.citationCRUZ, Leonardo Borges da. Anti-racismo em Marília: trajetórias e perspectivas de luta do movimento negro atual. 2006. 206 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências, 2006.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/88790
dc.description.abstractO movimento negro atualmente tem recebido uma atenção diferente, por parte de intelectuais. As recentes conquistas para a população negra no Brasil são compreendidas, por alguns, como fruto de uma dádiva das elites brasileiras. Esta tese seria sustentada pela idéia de que o movimento negro não tem força suficiente para impor as ações afirmativas no Brasil. Ele seria desordenado, carente de um elemento norteador. Uma prova dessa ineficiência seria a ausência de um movimento negro de massa. Contestando tal tese, esta dissertação de mestrado retoma alguns debates sobre o movimento contestatório dos(as) negros(as) no Brasil. Para tanto, a abordagem diacrônica será utilizada, possibilitando o entendimento da trajetória realizada por esta militância desde o início do século XX. Perceberemos, por meio da aproximação entre o pensamento sociológico e antropológico sobre o tema, que a militância negra antiracista vem abandonando aqueles pressupostos do racialismo, presentes no início do período republicano brasileiro. Em seu lugar, um conjunto de estratégias que visam a conquista da igualdade através do reconhecimento das diferenças entre negros(as) e não-negros(as) é observado. Assim, o Conselho Municipal do Negro de Marília-SP e o Grupo de Educadores Negros de Marília-SP serão estudados como representativos do movimento negro atual. Observamos ainda que a militância negra tem proposto ações afirmativas para negros(as). Isto se tornou possível a partir do momento em que esta militância alterou sua percepção de cultura nacional, de híbrida, para plural. Assim, a perspectiva de luta universalista tem sido substituída pela perspectiva diferencialista. As práticas culturalistas têm perdido espaço entre a militância negra, mesmo porque esta perspectiva de luta não logrou frutos muito positivos aos negros(a)...pt
dc.description.abstractNowadays, the black movement has been given a special attention by the intellectuals. The recent conquest to the black population in Brazil are understood a product of a gift from brazilian elites. This thesis would be based on the idea that the black movement has no enough power to impose affirmative actions in Brazil. It would be disordered, lacking a guide element. The lack of black movement from the masses prove this inefficiency. Contesting such thing, this master essay recovers some discussions about black contestable movement in Brazil. Therefore, the diachronic approach will be used to make clear the trajectory of this militancy since the XX century. It will be noticed by the approximation between sociologist and anthropologist themes that the black militancy against racism has been leaving those racial presumes, which were there in the beginning of the republican brazilian period. Inspite this subject, an arrange of ways which look for equality conquest throught the difference between black and white people recognition is observed. Though, the Conselho Municipal do Negro de Marília- SP and the Grupo de Educadores Negros de Marília-SP will be studied as representatives of the present black movement. It will also be observed that the black militancy has proposed affirmative actions to black people. It was possible since the time this militancy changed its knowledge of national culture form hybrid to plural. So, universalist effort view has been changed by the differentiable one. The cultural practices have lost space in black militancy, because this perspective of effort doesn't get positive results to black people, in the black militancy opinion. Going back to África (generally symbolical) and intellectuality of the black movement organization. Strategies point of view believe that education still is a central element, but the black movement see it with another eyes.en
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
dc.format.extent206 f. : il. color.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectNegros - Brasil- Brasilpt
dc.subjectNegros - Condições sociaispt
dc.subjectMovimento negropt
dc.subjectBlack movementen
dc.titleAnti-racismo em Marília: trajetórias e perspectivas de luta do movimento negro atualpt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramCiências Sociais - FFCpt
unesp.knowledgeAreaCiências sociaispt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Filosofia e Ciências, Maríliapt
dc.identifier.aleph000504075
dc.identifier.filecruz_lb_me_mar.pdf
dc.identifier.capes33004110042P8
dc.identifier.lattes4620683047125316
unesp.advisor.lattes4620683047125316[1]
unesp.advisor.orcid0000-0001-9876-0734[1]
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record