Show simple item record

dc.contributor.advisorSantana, Áureo Evangelista [UNESP]
dc.contributor.advisorCarvalho, Marileda Bonafim [UNESP]
dc.contributor.authorBorin, Sofia [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:23:46Z
dc.date.available2014-06-11T19:23:46Z
dc.date.issued2011-02-23
dc.identifier.citationBORIN, Sofia. Estudo da hipoplasia sanguínea e quantificação imunofenotípica de células CD45+ no sangue e na medula óssea de cães com doença renal crônica. 2011. xv, 71 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, 2011.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/89227
dc.description.abstractObjetivou-se avaliar a celularidade, bem como quantificar imunofenotipicamente as células sanguíneas CD45+ periféricas e centrais, em cães portadores de DRC nos diversos estádios da doença. O grupo controle foi composto de 11 cães saudáveis, de qualquer gênero e raça, com idade acima de cinco anos. O grupo DRC composto de 29 cães, de qualquer gênero, raça e idade, com diagnóstico de DRC, classificados segundo a IRIS em um dos estádios 2, 3 e 4 da doença, para a instituição dos subgrupos DRC2 (9), DRC3 (10) e DRC4 (10). Destes foram obtidas amostras de sangue periférico, medula óssea e urina, para realização de hemograma, reticulocitometria, avaliações bioquímicas séricas e urinárias, mielograma, imunofenotipagem de células CD45+ periféricas e centrais e urinálise. Com base nos resultados obtidos neste estudo, conclui-se que os cães em estádio 2 da DRC não apresentam hipoplasia sanguínea, e a resposta medular mantém-se regenerativa. Crêse que a anemia normocítica normocrômica do estádio 3, apresenta-se correlacionada à azotemia e à hiperfosfatemia. O estádio 4 da DRC é marcado por significativa linfopenia e severa anemia não regenerativa e hipoplasia da série eritróide. Diante das correlações encontradas, pode-se concluir quanto maiores forem as concentrações séricas de creatinina e fósforo, mais severa a anemia e menor a resposta eritropoiética, e que, o fósforo e a ureia, assim como a UP/C e pressão arterial sistólica se prestam como bons indicadores da progressão da DRC. A utilização de aquisição linear para quantificação das células CD45+ permitiu verificar com precisão a linfopenia nos DRC4, entretanto desaconselha-se o uso desta técnica em substituição ao mielograma, a menos que se altere a forma de aquisição ou se faça uso de anticorpos específicos para as linhagens hematopoiéticaspt
dc.description.abstractThis trial aimed to evaluate the cellular and quantify immunophenotypically blood CD45+ cells in peripheral blood and central in dogs with CKD at various stages of the disease. The control group included 11 healthy dogs, of any gender and race, aged five years. The CRF group consisted of 29 dogs, of any gender, race and age with CKD were classified according to IRIS in one of stages 2, 3 and 4 of the disease, and subsequent establishment of subgroups CKD2 (9), CKD3 ( 10) and CKD4 (10). Samples were collected from peripheral blood, bone marrow and urine, to perform complete blood count, reticulocytes, biochemical assessments of blood and urine, bone marrow, immunophenotyping of CD45+ cells in peripheral blood and central and urinalysis. Based on these results, we conclude that dogs with stage 2 CKD do not exhibit hypoplasia of blood and bone marrow response remains regenerative. It is believed that the normocytic normochromic stage 3, it appears correlated with azotemia and hyperphosphatemia. The fourth stage of CKD is characterized by significant lymphopenia, severe non-regenerative anemia and hypoplasia of the erythroid series. Given the correlations, one can conclude that higher serum concentrations of creatinine and phosphorus, more severe anemia and lower the erythropoietic response, and that the phosphorus and urea, as well as the ratio UP/C and blood pressure lend themselves as good indicators of the progression of CKD. The use of acquisition linear quantification of CD45+ cells has shown precisely the lymphopenia in CKD4, however warns against the use of the above technique to replace the myelogram, unless you change the form of acquisition or use is made of specific antibodies hematopoietic lineagesen
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.format.extentxv, 71 f. : il., gráfs., tabs.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.sourceAleph
dc.subjectDogen
dc.subjectChronic kidney diseaseen
dc.subjectBlood hipoplasiaen
dc.subjectCãopt
dc.subjectInsuficiência renal crônicapt
dc.subjectHipoplasia sanguíneapt
dc.titleEstudo da hipoplasia sanguínea e quantificação imunofenotípica de células CD45+ no sangue e na medula óssea de cães com doença renal crônicapt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramMedicina Veterinária - FCAVpt
unesp.knowledgeAreaClínica médica veterináriapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabalpt
dc.identifier.aleph000674662
dc.identifier.fileborin_s_me_jabo.pdf
dc.identifier.capes33004102072P9
dc.identifier.lattes8905659987198068
dc.identifier.lattes3011872715109081
unesp.author.lattes3011872715109081
unesp.advisor.lattes8905659987198068[1]
unesp.advisor.orcid0000-0003-4539-1802[1]
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record