Show simple item record

dc.contributor.advisorAndrade, Marcelo Ferrarezi de [UNESP]
dc.contributor.authorArouca, Silvio Eduardo [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:24:09Z
dc.date.available2014-06-11T19:24:09Z
dc.date.issued2004-03-01
dc.identifier.citationAROUCA, Silvio Eduardo. Avaliação através do teste de micratração da resistência adesiva em dentina contaminada com saliva humana e sangue fresco. 2004. 171 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Odontologia de Araraquara, 2004.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/89680
dc.description.abstractO objetivo deste trabalho foi realizar, in vitro, avaliação da resistência de união à microtração, sob duas formas de contaminação do substrato dentinário (saliva humana e sangue fresco) e três diferentes formas de limpeza (jato de ar, jato de ar e água e recondicionamento dentinário), utilizando-se do sistema adesivo de 4ª geração, One-Step (Bisco). Foram utilizados 21 terceiros molares humanos íntegros, os quais foram divididos em sete grupos distintos com três dentes cada, sendo um grupo controle e outros seis grupos de trabalho alternando as duas formas de contaminação e as três formas de limpeza. Em cada dente a porção oclusal da coroa foi cortada e sob a superfície plana de dentina foi realizada a contaminação, bem como a limpeza do substrato para que a restauração fosse construída e em seguida os dentes foram submetidos a ciclagem térmica de 1000 ciclos alternando 5º e 55ºC. Os dentes foram cortados em palitos com área de superfície adesiva de 1mm2. Para cada um dos 7 grupos foram realizadas 20 repetições, perfazendo um total de 210 amostras. O teste de resistência a microtração, foi realizado em uma Máquina de Ensaios Mecânicos MTS-810, em velocidade de 1 mm / min, com o auxilio de um dispositivo bipartido onde o palito era fixado com cola Super Bonder gel e o acelerador de presa Zapit. Após a ruptura dos palitos os dados foram compilados através de um programa específicos Test Works 4 e os resultados enviados para a análise estatística. Foi realizada análise de variância para a avaliar estatisticamente os dois agentes contaminantes, combinados com as três formas de limpeza do substrato dentinário em relação à resistência de união à tração. Observou-se que a interação entre os agentes contaminantes e as formas de tratamentos de limpeza da dentina é significativa (valor p<0,0001), então o efeito da contaminação...pt
dc.format.extent171 f. : il.color.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectAdesivos dentináriospt
dc.subjectResistência à traçãopt
dc.titleAvaliação através do teste de micratração da resistência adesiva em dentina contaminada com saliva humana e sangue frescopt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramCiências Odontológicas - FOARpt
unesp.knowledgeAreaDentística restauradorapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Odontologia, Araraquarapt
dc.identifier.aleph000289261
dc.identifier.filearouca_se_me_arafo.pdf
dc.identifier.capes33004030010P2
dc.identifier.lattes2897622509429759
unesp.author.lattes2897622509429759
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record