Informamos que as validações de submissão estarão suspensas de 20/12/2019 a 05/01/2020, devido ao recesso de final de ano

Show simple item record

dc.contributor.advisorSantos, Fernando Brandão dos [UNESP]
dc.contributor.authorRodrigues, Marco Aurélio [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:25:23Z
dc.date.available2014-06-11T19:25:23Z
dc.date.issued2011-03-04
dc.identifier.citationRODRIGUES, Marco Aurélio. Nas redes da Àte: A hybris de Xerxes em Os persas de Ésquilo. 2011. 101 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, 2011.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/91535
dc.description.abstractQuando a rainha Atossa inicia sua explanação sobre um presságio concebido em sonho, o público helênico sentia o alívio de não ser ele a passar por aqueles momentos de angústia, mas também, através das palavras de Ésquilo, se impressionou com o relato e desespero que davam o mote inicial à única tragédia baseada em fatos históricos a chegar até nós: Os Persas (472 a.C.). A mais antiga tragédia grega de que se tem notícia é, também, o relato de um momento único e crucial na história do povo grego, que garantia a continuidade de sua tão valorosa liberdade e o início de uma nova forma de pensar e agir. Na tragédia Os Persas, ao introduzir alguns dos valores de sua época, Ésquilo demonstra os motivos pelos quais os gregos merecem a vitória e quais são as falhas cometidas pelos persas. Sendo assim, a noção de hybris (a soberbia), um desvio na conduta do homem em relação ao seu equilíbrio com as divindades, é tida como justificativa para os atos de Xerxes que, segundo o tragediógrafo, tornavam-se cada vez mais envoltos nas redes que a Áte (a divindade Erronia) cria aos propensos à ruína. Dessa forma, a dissertação se propõe a analisar a tragédia Os Persas verificando os aspectos que justificam a presença da hybris em Xerxes e, por consequência, a derrota nas Guerras Médicaspt
dc.description.abstractWhen Queen Atossa begins her explanation of an omen conceived in a dream, hellenistic audience felt relief of not it is going through those moments of anguish, but also through the words of Aeschylus, was impressed with the report and despair that gave the tone to the original single tragedy based on historical facts reach us: Persians (472 BC). The earliest of Greek tragedy that notice is also the story of a unique and crucial moment in history of the Greek people, which guarantee the continuity of your so valuable freedom and the beginning of a new way of thinking and acting. In Persians, by introducing some of the values of his era, Aeschylus demonstrates the reasons why the Greeks deserve to win and which are the faults committed by the Persians. Thus, the notion of hybris, (the arrogance) a shift in the man's conduct in relation to their balance with the gods, is taken as justification for acts of Xerxes, according to the tragedian, became increasingly enveloped networks that Áte (the divinity Erroneous) to create likely to ruin. Thus, the work aims to analyze the tragedy Persians checking the features that justify the presence of hybris in Xerxes and therefore, losing the Persian Warsen
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.format.extent101 f. : il., mapa
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectÉsquilo - Os persaspt
dc.subjectLiteratura gregapt
dc.subjectTeatro grego (Tragedia)pt
dc.subjectPensamento gregopt
dc.subjectHybrispt
dc.subjectGreek tragedyen
dc.subjectGreek thoughten
dc.titleNas redes da Àte: A hybris de Xerxes em Os persas de Ésquilopt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramEstudos Literários - FCLARpt
unesp.knowledgeAreaEstudos literáriospt
unesp.researchAreaTeorias e crítica do dramapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências e Letras, Araraquarapt
dc.identifier.aleph000639223
dc.identifier.filerodrigues_ma_me_arafcl.pdf
dc.identifier.capes33004030016P0
dc.identifier.lattes3341011102181479
unesp.author.lattes3341011102181479
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record