Show simple item record

dc.contributor.advisorFioretto, José Roberto [UNESP]
dc.contributor.authorPires, Rafaelle Batistella [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:25:36Z
dc.date.available2014-06-11T19:25:36Z
dc.date.issued2013-02-20
dc.identifier.citationPIRES, Rafaelle Batistella. Comparação entre posiçao prona e posiçao supina, associadas à ventilação oscilatória de alta frequência, em modelo experimental de lesão pulmonar aguda. 2013. 61 f. Dissertacao (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho, Faculdade de Medicina de Botucatu, 2013.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/92150
dc.description.abstractA Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo (SDRA) cursa com alta mortalidade apesar do melhor entendimento de sua fisiopatologia e avanços no tratamento. A Ventilação Oscilatória de Alta Frequência (VOAF) é método protetor por utilizar baixos volumes correntes (VC). Existem terapias adjuvantes à ventilação, dentre as quais se destaca a posição prona, que possibilita homogeneização da distribuição do VC e promove recrutamento alveolar. O objetivo foi investigar o efeito da posição prona associada à VOAF sobre a oxigenação, inflamação, histologia e dano oxidativo pulmonares, comparando-a com a posição supina neste mesmo modo ventilatório em modelo experimental de lesão pulmonar aguda (LPA) induzida em coelhos. Trinta coelhos foram instrumentados com traqueostomia e acessos vasculares e ventilados. A LPA foi induzida por infusão traqueal de salina aquecida (30mL/Kg, 38°C). Os coelhos foram submetidos à VOAF e divididos em dois grupos (n=15), um ventilado em posição supina (GS) e outro em posição prona (GP). VOAF foi iniciada com pressão aérea média de 16 cmH2O, que foi diminuída a cada 30 minutos até 10-11 cmH2O. Nos últimos 30 minutos os coelhos foram reposicionados em posição supina. Parâmetros ventilatórios e hemodinâmicos foram registrados a cada 30 minutos durante 150 minutos. Os desfechos foram: oxigenação, avaliada pela relação PaO2/FiO2 e índice de oxigenação (IO); inflamação pulmonar, avaliada pela porcentagem de polimorfonucleares (PMN) no lavado broncoalveolar (BAL) e pelo nível de TNF-alfa medido no BAL e no tecido pulmonar nas áreas ventral e dorsal; estresse oxidativo tecidual pulmonar, determinado pelo método de peroxidação lipídica (malondialdeído); e lesão tecidual pulmonar, determinada por escore histológico de lesão por área pulmonar. O nível de significância avaliado...pt
dc.description.abstractAcute respiratory distress syndrome (ARDS) has been associated to high mortality rate despite better understanding of its pathophysiology and advances in treatment. High-frequency oscillatory ventilation (HFOV) is a protective ventilatory method because of using low tidal volume (VT). There are also many adjunctive therapies, of which prone position is known to allow homogenization of VT distribution and to promote alveolar recruitment. The objective was to investigate the prone position and HFOV association effects on oxygenation, inflammation, oxidative damage and lung histology, comparing to the supine position in this same ventilation mode, in experimental acute lung injury (ALI) induced in rabbits. Thirty rabbits were instrumented with tracheotomy and vascular catheters and ventilated. ALI was induced by tracheal infusion of warm saline (30mL/Kg, 38°C). Rabbits were submitted to HFOV and divided in two groups (n=15), one ventilated in supine position (SG), and the other in prone position (PG). HFOV was initiated with mean airway pressure of 16 cmH2O, which was decreased each 30 minutes until 10-11 cmH2O. In the last 30 minutes, all rabbits were repositioned to supine position. Ventilatory and hemodynamic parameters were recorded every 30 minutes for 150 minutes. The outcomes were: oxygenation, measured by PaO2/FiO2 ratio and oxygenation index (OI); lung inflammation, assessed by the percentage of polymorphonuclear cells (PMN) in bronchoalveolar lavage fluid (BAL) and by the level of TNF- alpha measured in BAL and in lung tissue, in ventral and dorsal areas; lung tissue oxidative stress, determined by the method of lipid peroxidation (malondialdehyde); and lung tissue damage, as determined by a histological score of injury, in each lung area. A significance level of 5% was... (Complete abstract click electronic access below)en
dc.format.extent61 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectSindrome do desconforto respiratoriopt
dc.subjectInsuficiencia respiratoriapt
dc.subjectRespiracao artificialpt
dc.subjectDecúbito ventralpt
dc.subjectDecúbito dorsalpt
dc.subjectCoelho como animal de laboratoriopt
dc.subjectRespiratory Distress Syndromept
dc.titleComparação entre posiçao prona e posiçao supina, associadas à ventilação oscilatória de alta frequência, em modelo experimental de lesão pulmonar agudapt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramFisiopatologia em Clínica Médica - FMBpt
unesp.knowledgeAreaFisiopatologia em clínica médicapt
unesp.researchAreaFisiopatologia em clínica médicapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Medicina, Botucatupt
dc.identifier.aleph000722623
dc.identifier.filepires_rb_me_botfm.pdf
dc.identifier.capes33004064020P0
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record