Show simple item record

dc.contributor.advisorQueiroz, Sandra Aidar de [UNESP]
dc.contributor.advisorFires, Luiz Alberto [UNESP]
dc.contributor.authorCarneiro, Raul Lara Resende de [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:26:08Z
dc.date.available2014-06-11T19:26:08Z
dc.date.issued2007-02-16
dc.identifier.citationCARNEIRO, Raul Lara Resende de. Estimativas de parâmetros genéticos de escore de temperamento e de características de crescimento e de carcaça em animais da raça Nelore. 2007. v, 52 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, 2007.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/92630
dc.description.abstractO temperamento bovino é uma característica geralmente definida por um conjunto de comportamentos dos animais em relação ao homem. Essa característica influencia o potencial produtivo de rebanhos por estar correlacionada com características de desempenho e qualidade de carcaça e ter relação com aspectos facilitadores do dia a dia do manejo, bem-estar e segurança dos animais e funcionários. O temperamento (T) apresenta estimativas de herdabilidade de moderadas a baixas e é influenciado por práticas de manejo e condições ambientais, sendo importante o conhecimento de tais fatores para ações de seleção. O relacionamento de características de desempenho, como ganho de peso pós-desmama (GPD) e de biotipo por escores visuais, como conformação (C), precocidade (P) e musculosidade (M), vem sendo utilizado em diversos programas de melhoramento visando a melhor identificar animais de conformação produtiva superior pela associação de desempenho com tipo morfológico. Neste trabalho foram utilizados 33.967 registros de escores de temperamento, GPD, C, P e M de animais da raça Nelore controlados pelo programa de melhoramento genético da Lagoa da Serra Ltda. (PAINT®). Os dados foram analisados utilizando modelo animal, com análises uni e bi-catacterísticas, pelo método de máxima verossimilhança restrita, em que se estimaram parâmetros genéticos, fenotípicos e ambientais para as características, e verificaram os benefícios do uso da medida de temperamento em um programa de melhoramento genético. As herdabilidades estimadas foram 0,18 l 0,02; 0,26 l 0,03; 0,28 l 0,03; 0,33 l 0,03 e 0,35 l 0,03 para T, GPG, C, P e M, respectivamente. Os valores de correlação genética entre temperamento e as outras características mostraram-se de pequena magnitude, mas favoráveis. Os resultados demonstraram que as características podem responder à seleção e que há tendência de resposta correlacionada.pt
dc.description.abstractBovine temperament is a trait generally defined by a set of behaviors of the animals in relation to man. This trait has demonstrated influence on productive potential of herds, due to its correlation with performance and quality of carcass traits, as well as a day by day relation with aspects of handling, welfare and security of animals and employees, besides significant reduction on investments or rationalization of these in other production system areas. Temperament has heritability ranging from moderate to low and it is affected by handling practices and environmental conditions, so, it is important to know such factors for selection issues. The relationship between performance traits, as weight gain after weaning (GPD) and biotype for visual scores, as conformation (C), precocity (P) and musculature (M), has been used by several breeding programs aiming better identification of animals showing good productive conformation through the association of performance with morphological traits. Data of score of temperament, GPD, C, P and M recorded on 33,967 Nelore animal pertaining to PAINT®, the Lagoa da Serra Ltda. breeding program were used. The data were analyzed using an animal model, by the Restricted Maximum Likelihood method to estimate genetic, phenotypic and environmental parameters for T, GPD, C, P and M. Uni and bi-trait analyses were carried out for T and GPD, C, P and M to estimate genetic correlation and heritabilites of these traits. The estimates of heritability were 0.18 l 0.02; 0.26 l 0.03; 0.28 l 0.03; 0.33 l 0.03 and 0.35 l 0.03 for T, GPG, C, P and M, respectively. The values of genetic correlation between temperament and the other traits were low, but favorable. The results demonstrated that the traits could respond to selection and, that selection for T could show indirect response on productive traits.en
dc.description.sponsorshipUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.format.extentv, 52 f. : il.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectBovinopt
dc.subjectNelore (Zebu)pt
dc.subjectCarne - Carcaçapt
dc.subjectEscore visualpt
dc.subjectHerdabilidadept
dc.subjectHeritabilityen
dc.subjectVisual scoreen
dc.subjectBeef cattleen
dc.titleEstimativas de parâmetros genéticos de escore de temperamento e de características de crescimento e de carcaça em animais da raça Nelorept
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramGenética e Melhoramento Animal - FCAVpt
unesp.knowledgeAreaGenética e melhoramento animalpt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabalpt
dc.identifier.aleph000490036
dc.identifier.filecarneiro_rlr_me_jabo.pdf
dc.identifier.capes33004102030P4
dc.identifier.lattes9096087557977610
unesp.author.lattes9096087557977610
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record