Show simple item record

dc.contributor.advisorMachado, Carlos Eduardo Jordão [UNESP]
dc.contributor.authorMuneratto, Bruno Gustavo [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:26:35Z
dc.date.available2014-06-11T19:26:35Z
dc.date.issued2011-03-03
dc.identifier.citationMUNERATTO, Bruno Gustavo. Os movimentos da sensibilidade: o diálogo entre Mário Pedrosa e Alexander Calder no projeto construtivo brasileiro. 2011. 195 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras de Assis, 2011.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/93330
dc.description.abstractEste trabalho aborda o diálogo entre o crítico de arte Mário Pedrosa e o escultor estadunidense Alexander Calder enquanto fonte de informações estéticas para artistas do chamado projeto construtivo brasileiro. A postura de Pedrosa como organizador da cultura ganhou outro patamar quando ele inicia um programa em defesa da inserção da arte abstrata na lógica artística nacional. Isso só foi possível ao crítico a partir de seu contato com a obra de Alexander Calder que, por sua vez, inaugurou uma estética inovadora na escultura. Unindo postulados da engenharia mecânica e sua grande inspiração circense, Calder deu origem a obras de natureza móvel: os móbiles e com eles reformulou o próprio conceito de escultura. Essas novas possibilidades plásticas apontadas por Calder foram responsáveis por muitas das inovações artísticas no Brasil, pois elas trouxeram a Pedrosa um expressivo alargamento de horizontes para com o fenômeno artístico, sendo desencadeador direto de sua ação como crítico e mentor de uma geração de jovens e brilhantes artistas do Neoconcretismopt
dc.description.abstractOur work treats the dialogue between the art critic Mário Pedrosa and the north-American sculptor Alexander Calder while source of esthetic information to artist of the Brazilian constructive project. Mário Pedrosa‟s as culture organizer gain another level when he starts a program in defense of abstract art and its insertion in the Brazilian‟s artistic logic. This was possible to the critic only after his contact with Alexander Calder‟s workmanship that, by his turn, started a pioneer esthetic in sculpture. Joining postulates of mechanics engineering and his great inspiration on circus, Calder gave origin of mobiles sculptures and it reformulates the concepts of sculpture. These new possibilities pointed by Calder was responsible for many of the artistic innovations in Brazil, because they brought to Pedrosa a expressive widening of horizons with the artistic phenomenon, being directly responsible by his action wile critic and mentor of the brilliant and young artists generation of Neoconcretismen
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.format.extent195 f. : il.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectArte - Históriapt
dc.subjectArte modernapt
dc.subjectArt-Historyen
dc.subjectModern Arten
dc.subjectArt criticen
dc.subjectSocial History of Arten
dc.titleOs movimentos da sensibilidade: o diálogo entre Mário Pedrosa e Alexander Calder no projeto construtivo brasileiropt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramHistória - FCLASpt
unesp.knowledgeAreaHistória e sociedadept
unesp.researchAreaIdentidades culturais, etnicidade e migraçõespt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências e Letras, Assispt
dc.identifier.aleph000648970
dc.identifier.filemuneratto_bg_me_assis.pdf
dc.identifier.capes33004048018P5
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record