Show simple item record

dc.contributor.advisorSilva, Antonio Manoel dos Santos [UNESP]
dc.contributor.authorCruz, Artur Ribeiro [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:26:54Z
dc.date.available2014-06-11T19:26:54Z
dc.date.issued2006-08-11
dc.identifier.citationCRUZ, Artur Ribeiro. Primeiras Estórias e o filme A terceira margem do rio: estruturas artísticas e consciência possível. 2006. 107 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, 2006.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/94170
dc.description.abstractO objetivo deste trabalho é a análise comparativa entre Primeiras Estórias, publicado por Guimarães Rosa em 1961, e o filme A terceira margem do rio, produzido em 1993 por Nelson Pereira dos Santos, com base em cinco contos do livro de Rosa. Pretende-se demonstrar alguns dos aspectos estético-semióticos que envolvem o processo de adaptação do texto literário para o texto fílmico, o que implica a definição do grau de aderência, de afastamento e de interferência resultantes desse processo. Em primeiro lugar, identificamos em Primeiras Estórias uma estrutura especular a partir de relações significativas entre os tecidos narrativos dos contos O espelho, As margens da alegria e Os cimos, em função de um jogo com a posição dos respectivos contos no livro. Em segundo lugar, feitas as interpretações sobre essa estrutura em relação aos demais contos, levantamos a hipótese de que o filme se compõe segundo uma transmutação da estrutura especular do livro de Rosa. Articulada à unidade narrativa que Nelson Pereira dos Santos deu às cinco narrativas em que se baseou, transformando seus núcleos de ação independentes numa única história no filme, essa transmutação confere ao filme sua autonomia criativa. Finalmente, aplicando os conceitos da sociologia estruturalista genética de Lucien Goldmann (1978, 1990), trabalhamos com a hipótese de que a diferença entre as formas das obras é decorrente de distintas consciências possíveis de grupos sociais.pt
dc.description.abstractThis work aims at comparing the short-stories book Primeiras Estórias [First Stories], published by Guimarães Rosa in 1961, to the film A terceira margem do rio [The third bank of the river], which was filmed by Nelson Pereira dos Santos in 1993, based on five shortstories from Rosa's book. We intend to demonstrate some of the aesthetic-semiotical aspects that involve a transcodification process from a literary text into a filmic text. The analysis implies the definition of the degrees of adherence, deviation and interference resulting from that process. Firstly, it was identified in Primeiras Estórias a structure of mirror through the significant relations among the narrative tissues of the short-stories O espelho, As margens da alegria and Os cimos, because of a play on the position of the respective short-stories in the book. Secondly, as we proposed the interpretations about that structure in relation to the other short-stories, we suggested the hypothesis that the movie was organized by a transmutation of the mirror structure from Rosa's book. This transmutation is articulated to the unity that Nelson Pereira dos Santos gave to the five narratives on which the movie was based, putting together the five independent action nuclei from the short-stories into a single story in the movie. As a result of this composition, the movie reveals its creative autonomy. Finally, we applied the concepts of Lucien Goldmann's genetic structuralist sociology (1978, 1990) to state the hypothesis that the difference between the forms of the works, the shortstories and the film, is due to distinct possible consciousness of social groups.en
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.format.extent107 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.sourceAleph
dc.subjectLiterature and motion picturesen
dc.subjectTranscodificationen
dc.subjectPossible consciousnessen
dc.subjectSantos, Nelson Pereira dos, 1928- A terceira margem do rio - Crítica e interpretaçãopt
dc.subjectRosa, João Guimarães, 1908-1967 - Primeiras estórias - Crítica e interpretaçãopt
dc.subjectLiteratura - Adaptaçõespt
dc.subjectCinema e literaturapt
dc.subjectAdaptações para o cinemapt
dc.subjectLiteratura brasileira - Adaptações para o cinema e vídeopt
dc.subjectTranscodificaçãopt
dc.subjectConsciência possívelpt
dc.subjectCinema e literaturapt
dc.titlePrimeiras Estórias e o filme A terceira margem do rio: estruturas artísticas e consciência possívelpt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramLetras - IBILCEpt
unesp.knowledgeAreaLiteraturas em língua portuguesapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Instituto de Biociências Letras e Ciências Exatas, São José do Rio Pretopt
dc.identifier.aleph000475420
dc.identifier.filecruz_ar_me_sjrp.pdf
dc.identifier.capes33004153015P2
unesp.advisor.lattes4019112186377534[1]
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record