Show simple item record

dc.contributor.advisorDutra, Iveraldo dos Santos [UNESP]
dc.contributor.authorAraujo, Rafael Ferreira [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:27:16Z
dc.date.available2014-06-11T19:27:16Z
dc.date.issued2009-02-19
dc.identifier.citationARAUJO, Rafael Ferreira. Resposta sorológica de bovinos vacinados contra o Clostridium chauvoei avaliada pelos testes de aglutinação em placa e Elisa. 2009. xvii, 58 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, 2009.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/94647
dc.description.abstractO carbúnculo sintomático é um problema sanitário mundial, responsável por elevados coeficientes de mortalidade em bovinos e ovinos. A imunização dos animais jovens, seguida de reforço anual até 2,5 anos de idade, é a principal medida profilática. Foram realizados três experimentos distintos com intuito de avaliar as respostas sorológicas de bovinos vacinados contra o carbúnculo sintomático, pelos testes de aglutinação em placa e Elisa, empregando-se como antígenos a cepa de referência (MT) e uma cepa de campo (SP). No primeiro experimento, os bezerros foram organizados em três grupos (G1, G2 e G3) e submetidos a três protocolos distintos de vacinação empregando-se uma vacina comercial polivalente contra clostridioses. O G1 foi primovacinado aos 4 meses de idade e recebeu o reforço na desmama (8 meses). O G2 recebeu a primeira dose na desmama e reforço 30 dias após. O G3 foi vacinado somente na desmama. As coletas de soro foram realizas aos 4, 8, 9 e 10 meses de idade dos bezerros. O G1 apresentou a melhor resposta sorológica em comparação aos outros dois protocolos. Quando a avaliação dos grupos foi realizada aos 10 meses de idade, independente do protocolo empregado, a resposta sorológica foi similar. No segundo experimento, foi avaliada a imunidade natural passiva de bezerros, filhos de vacas vacinadas até 30 dias antes do parto (2ª dose), empregando-se duas vacinas comercias polivalente contra clostridioses. As coletas de soro foram realizadas aos (±)7, 45 e 90 dias de idade dos bezerros. Independente das vacinas empregadas na imunização ativa das mães, a resposta sorológica passiva dos bezerros avaliados foi similar até os 3 meses de idade. Houve uma correlação linear da resposta sorológica passiva dos bezerros com a data de vacinação das mães e o dia do parto quando empregado o teste de Elisa. No terceiro experimento, as 30 vacas...pt
dc.description.abstractBlack leg disease is one of the most important sanitary problem, responsible for high levels of mortality observed in bovines and ovines herds. The vaccination of young animals, followed by annual booter until 2,5 years-old, is the major preventive measure against outbreaks. Three distinct experiments were conducted to measure the vaccinal response from bovines. The vaccinal strains used were the reference MT and field Clostridium chauvoei isolated. Sera from vaccinated animals were tested by agglutination and Enzyme Linked Immunosorbent Assay (Elisa), both standardized for the present study. First experiment, calves were divided into three groups (G1, G2 and G3); and submitted to three vaccination schedule with a polyvalent vaccine. The G1 received first vaccine at 4 months of age and a subsequent booster after calving (8 month-old). The G2 received first vaccine dose after calving and booster at 30 days after. The G3 received only one vaccine dose at 8 months. The sera were colleted at 4, 8, 9 and 10 months for all groups studied. The G1 group showed the best serological response at 10 months of age in comparison to G2 e G3 and control. Moreover, at 10 months of age all groups presented similar levels of serological response. The second experiment, the natural immunity of calves, separated from their mothers vaccinated 30 days before calving with two polyvalent vaccines. The respective serum was colleted at (±) 7, 45 and 90 days of age. All calves presented similar serological response at 3 months of age, independent of vaccinal strain used. The third experiment, 30 heifers, Nelore race, aged above 4 years-old, without vaccination against black leg, were vaccinated with two Clostridium strains. When the SP strain was used the serological response was considered good in G3 (first experiment), second and third experiment for agglutination assay. To compare both techniques, agglutination... (Complete abstract click electronic access below)en
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.format.extentxvii, 58 f. : il.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectCarbunculopt
dc.subjectBovinopt
dc.subjectVacinaspt
dc.subjectTeste imunoenzimáticopt
dc.subjectClostridium chauvoeipt
dc.subjectResposta sorológicapt
dc.subjectTeste de aglutinação em placapt
dc.subjectAnálise Bayesianapt
dc.subjectBlack legen
dc.subjectBovinesen
dc.subjectSerological responseen
dc.subjectVaccineen
dc.subjectAgglutination testen
dc.subjectElisa assayen
dc.subjectBayesian testen
dc.titleResposta sorológica de bovinos vacinados contra o Clostridium chauvoei avaliada pelos testes de aglutinação em placa e Elisapt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramMedicina Veterinária - FCAVpt
unesp.knowledgeAreaMedicina veterinária preventivapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabalpt
dc.identifier.aleph000600613
dc.identifier.filearaujo_rf_me_jabo.pdf
dc.identifier.capes33004102072P9
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record