Show simple item record

dc.contributor.advisorOliveira, Lívia de [UNESP]
dc.contributor.authorMelo, Ismail Barra Nova de [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:27:53Z
dc.date.available2014-06-11T19:27:53Z
dc.date.issued2003-08-19
dc.identifier.citationMELO, Ismail Barra Nova de. Espaço municipal: governo e orçamento participativo. 2003. x, 167 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, 2003.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/95744
dc.description.abstractVivemos num mundo cada vez mais complexo e dinâmico em que há uma relação entre o espaço global e o espaço municipal. Nesta relação, o global influencia o municipal que, ao mesmo tempo, alimenta o global. No espaço municipal, muitas vezes, é preciso encontrar respostas para as ações que vêm de fora. Neste contexto, o ator-prefeito, um dos atores do espaço municipal, tenta, na sua gestão, influenciado ou não pelas ações externas do espaço municipal, desenvolver estratégias políticas para implantar seu projeto de Governo. Estamos propondo que o Orçamento Participativo pode ser uma estratégia de cooperação estabelecida entre Governo municipal e população, desta forma, trazendo benefícios para a população, que acabaria sendo um dos elementos de adesão do Governo, logo, dando-lhe sustentação. O apoio da população para com o Governo é uma forma de garantir suas expectativas atendidas. Nesta parceria, Governo e população formam uma co-gestão. Tento como base de apoio a população que participa do Orçamento Público, esta adesão pode ajudar para que o ator-prefeito possa ter em seu favor a governabilidade no cenário do espaço municipal.pt
dc.description.abstractWe live in a world which is more and more dynamic and complex every day, where there is a relationship between the global space and the municipal space. In this relationship, the global aspects influence the municipal, which feeds the global back. In the Municipal space, many times, it is necessary to find answers to the foreign questions, that is, questions that come from outside the municipal space.. In such a context, the mayor-actor , one of the actors of the municipal space, tries , during his/her management, influenced or not by the external actions of the municipal space, to develop strategic policies to implement his/her project of Government. Our proposal is that the Participative Budget may be a strategy of collaboration established between the Municipal Government and the city population, bringing benefits to the population, which would become one of the Government adhesion elements, giving it support. The support the population gives to the government is a way to guarantee their accomplished expectations. In this partnership, government and population become a co-management. Having as a basis of support the population who participate in the Public Budget, this adhesion may help the mayoractor to have the governance by his side in the scenery of the municipal space.en
dc.format.extentx, 167 f. : il.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectGeografia politicapt
dc.subjectPolítica e governopt
dc.subjectEspaço municipalpt
dc.subjectEstratégia políticapt
dc.subjectPolicy strategyen
dc.titleEspaço municipal: governo e orçamento participativopt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramGeografia - IGCEpt
unesp.knowledgeAreaOrganização do espaçopt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Rio Claropt
dc.identifier.aleph000200375
dc.identifier.filemelo_ibn_me_rcla.pdf
dc.identifier.capes33004137004P0
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record