Show simple item record

dc.contributor.advisorMontassier, Hélio José [UNESP]
dc.contributor.authorFernando, Filipe Santos [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:27:59Z
dc.date.available2014-06-11T19:27:59Z
dc.date.issued2013-06-28
dc.identifier.citationFERNANDO, Filipe Santos. Avaliação da patogenicidade e da imunidade cruzada de estirpe variante do vírus da bronquite infecciosa aviária isolada no Brasil. 2013. xv, 111 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal, 2013.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/96006
dc.description.abstractNesse estudo, um isolado de campo do vírus da bronquite infecciosa (VBI) no Brasil (IBVPR-12), previamente classificado como um genótipo variante, foi caracterizado de forma comparativa com a estirpe M41 do VBI, sendo levantadas as características de patogenicidade em diferentes órgãos como a traqueia, o pulmão, os rins, as gônadas e as tonsilas cecais (patotipo) e a imunidade cruzada com relação à estirpe vacinal H120 do VBI (protectotipo), incluindo as respostas imunes humorais sistêmicas e locais induzidas. Para tanto, foram utilizados grupos experimentais de galinhas “specific pathogen free” (SPF) previamente vacinadas ou não com a estirpe H120 do VBI e depois desafiados com essa variante viral, ou com a estirpe M41. Para essas duas estirpes virais foram avaliadas a capacidade de replicação e as lesões produzidas em diferentes órgãos, a atividade inibidora do movimento ciliar no epitélio traqueal e as respostas imunes humorais desenvolvidas no soro sanguíneo e na secreção lacrimal dessas aves. Foram observadas diferenças marcantes na patogenicidade e no tropismo tecidual desses vírus, sendo que a estirpe M41 apresentou replicação mais intensa e lesões mais pronunciadas no trato respiratório, especialmente na traqueia, enquanto que a estirpe variante foi encontrada de forma mais distribuída em vários dos órgãos analisados, tendo-se replicado e provocado menos lesões na traqueia, mas alcançando maior replicação e tendo causado lesões mais severas nos rins e nos testículos. Nas regiões teciduais mais afetadas por lesões, a presença do VBI foi detectada por marcação específica com anticorpos policlonais contra a nucleoproteína do VBI pela técnica de imuno-histoquímica. As aves vacinadas com a estirpe H120 do VBI, revelaram proteção parcial contra a estirpe variante em órgãos como traqueia e...pt
dc.description.abstractIn this study a Brazilian field isolate of infectious bronchitis virus (IBV), previously classified as variant genotype, was characterized comparatively with the M41 strain of IBV, by evaluating the pathogenicity in different organs (trachea, lung, kidney, gonads and caecal tonsil) and the cross-immunity with H120 vaccine strain, including the systemic and local humoral immune responses. Experimental groups of specific pathogen free (SPF) chickens were vaccinated or not with H120 strain of IBV and challenged with this variant isolate. The viral replication and histopathology in different tissues and organs, the ability to inhibit ciliar movement of tracheal epithelial cells, and local and systemic humoral immune responses were evaluated in these chickens. The pathogenicity and tissue tropism of these IBV strains showed marked differences, and while the M41 strain damaged more the respiratory tract, specially the trachea, the variant isolated has a wide tissue distribution, showing less replication and lesions in the trachea, but affecting more severely the kidney and the testicles. In the most affected tissue regions, the presence of IBV was detected by immunohistochemistry technique, using an anti-nucleoprotein polyclonal antibodies. The H120 vaccine induced against this variant isolate a partial protection with regard to the infection of trachea and kidney and no cross-protection to the infection of testicles. In conclusion, a new pathotype and a new protectotype of a variant genotype of a Brazilian IBV isolate were characterized in this study with regard to Massachusetts genotype and serotype strains of IBV, indicating the importance for... (Complete abstract click electronic access below)en
dc.format.extentxv, 111 p. : il.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.sourceAleph
dc.subjectAve - Doençaspt
dc.subjectBronquite infecciosa em ave domesticapt
dc.subjectVirus - Patogenicidadept
dc.subjectVirologia veterinariapt
dc.subjectGenetica microbianapt
dc.subjectVeterinary virologypt
dc.titleAvaliação da patogenicidade e da imunidade cruzada de estirpe variante do vírus da bronquite infecciosa aviária isolada no Brasilpt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramMedicina Veterinária - FCAVpt
unesp.knowledgeAreaPatologia veterináriapt
unesp.researchAreaVirologia aviáriapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabalpt
dc.identifier.aleph000722311
dc.identifier.filefernando_fs_me_jabo.pdf
dc.identifier.capes33004102072P9
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record