Show simple item record

dc.contributor.advisorCaramaschi, Sandro [UNESP]
dc.contributor.authorCavallini, Ana Carolina [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:29:01Z
dc.date.available2014-06-11T19:29:01Z
dc.date.issued2012-03-05
dc.identifier.citationCAVALLINI, Ana Carolina. Adaptação à Universidade de homens e mulheres ingressantes: bem estar e relações interpessoais. 2012. 176 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências, 2012.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/97510
dc.description.abstractO ingresso no ensino superior representa uma transição na vida do indivíduo que opta por graduar-se em uma universidade. O modo como os estudantes lidam com as ocorrências desse novo contexto podem facilitar ou dificultar seu desenvolvimento pessoal, cognitivo e psicossocial e, dessa forma, influenciar as demais áreas que demandam relacionamento interpessoal. O objetivo desta pesquisa foi identificar e relacionar as dimensões que podem compor o processo de adaptação do estudante à universidade, por meio de comparalções entre os gêneros, correlações e o nível empático dos estudantes. Como fundamentação teórica utilizou-se a Psicologia Evolucionista, a qual traz a proposta de entender a mente e o comportamento humanos como resultado de um processo de adaptação. Participaram da pesquisa 100 alunos ingressantes do sexo feminino e masculino de diversos cursos. Utilizou-se um questionário contendo questões fechadas de multipla escolha e do tipo Likert (escala de 1 a 5) bem como o Inventário de Empatia (IE). O estudo evidenciou diferenças significativas entre os sexos em alguns aspectos relativos às Expectativas Pré Universidade, Relações Interpessoais, Satisfação com o Curso, Atividadses Extracurriculares e Percepção de Rede de Apoio. Em todas as análises as mulheres obtiveram valores maiores, exceto nas Atividades Extracurriculares. Com respeito às correlações, os resultados significativos tanto para homens como para as mulheres englobaram a escolha pela carreira e a certeza pela escolha após a entrada na universidade, a certeza da escolha do curso e as Expectativas Pré Universidade, as Expectativas Pré Universidade e a Satisfação com a Universidade, a distância da cidade de origem e a frequencia de viagens de retorno, o Bem Estar e a Satisfação com a Universidade...pt
dc.description.abstractThe entrance of a student in the college represents the transition in its life, by choosing the graduation in a university. The way how students deal with the circumstances of this new context can facilitate of make difficult its personal, cognitive and psychosocial development, and this way, to influence other areas that demand interpessonal relations. The objective of this research was identificate and relate the dimensions that may arrange the student adaptation process into the university, through comparisons between the genders, co-relations and the empathic level of the students. Based on the Evolutionary Psychology which brings the proposal of understanding the human mind and behavior as result of an adaption process. One hundred stufents of feminine and masculine sex from different course had participate of the research. A questionnaire contends questions with multiple choices of Likert's type (scale from 1 to 5) was used, as well as the Emphathy Inventory (EJ). The study has evidenced significant differences between feminine and masculine sex in some aspects relatives to the Expectations Before University, Interpersonal Relations, Satisaction with the Course, Extracurricular Activities and Perception of Care Network. In all the analyses women had higher numbers than men, except on the Extracurricular Activities. Related to the co-relations, the significant results as much for men as women were the decision for the carcer and the certain of this choise after the entrance at university, the certain of the course's choise and the Expectations Before University, the Expectations Before University and the Satisfaction with the University, the distance from the origin city and the frequency of the return trips. Welfare and the Satisfaction with the University, the Perception of the Care Network and the... (Complete abstract click electronic access below)en
dc.format.extent176 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.sourceAleph
dc.subjectAdaptabilidade (Psicologia)pt
dc.subjectPsicologia do desenvolvimentopt
dc.subjectAdaptability (Psychology)en
dc.titleAdaptação à Universidade de homens e mulheres ingressantes: bem estar e relações interpessoaispt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramPsicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem - FCpt
unesp.knowledgeAreaPsicologia do desenvolvimento e aprendizagempt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências, Baurupt
dc.identifier.aleph000688806
dc.identifier.filecavallini_ac_me_bauru.pdf
dc.identifier.capes33004056085P0
dc.identifier.lattes4257800787252890
unesp.author.lattes4257800787252890
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record