Show simple item record

dc.contributor.advisorAntunes, Maria Lucia Pereira [UNESP]
dc.contributor.authorSouza, Kelli Cristina de [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:29:31Z
dc.date.available2014-06-11T19:29:31Z
dc.date.issued2012-08-17
dc.identifier.citationSOUZA, Kelli Cristina de. Estudo da adsorção do corante reativo blue 19 por lama vermelha ativada por tratamento químico e térmico. 2012. 98 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Engenharia, 2012.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/98305
dc.description.abstractA indústria têxtil é responsável pela geração de efluentes que, normalmente, apresentam um nível indesejável de coloração devido à etapa de tingimento, onde utilizam-se corantes que, quando lançados nos corpos d'água, levam à alteração de sua qualidade e ocasionam efeitos danosos ao meio ambiente e à saúde humana. Em vista disso, este trabalho teve como objetivo utilizar a lama vermelha, resíduo gerado em larga escala na produção de alumínio, como meio adsorvedor do corante Reativo Blue 19, o qual possui grande aplicação industrial e características que dificultam sua remoção em solução aquosa por meio de tratamentos convencionais. Sendo assim, optou-se por ativar a lama vermelha através de tratamento químico (água do mar, nitrato de cálcio e peróxido de hidrogênio) e térmico (400ºC e 500ºC), visando identificar a interferência desses tratamentos no aumento de sua capacidade adsortiva. Para isso, foi realizada a caracterização das amostras de lama vermelha através da determinação do pH, condutividade elétrica, ponto de carga zero (PCZ) difração de raios - x (DRX) e área superficial específica, sendo que a análise granulométrica foi realizada somente para a lama vermelha in natura. Em seguida, visando determinar a capacidade adsortiva da lama vermelha ativada, foram construídas isortermas de adsorção, linearizadas segundo os modelos de Langmuir e Freundlich. Para efeito de comparação, a mesma metodologia foi aplicada ao carvão ativado visando determinar sua capacidade em adsorver o mesmo corante. Foi realizado o estudo da cinética de reação através dos modelos pseudo-segunda ordem, onde todas as amostras obedeceram ao modelo de pseudo - segunda ordem. Os resultados mostraram-se bastante promissores, sendo que a lama vermelha ativada por nitrato de cálcio a 500ºC apresentou uma...pt
dc.description.abstractThe textile industry is responsible for the generation of effluents usually have an undersirable level of staining due to the step of dyeing, which is used dye which, when thrown into water bodies, leading to alteration of its quality and cause harmful effects the environment and human health. As a result, this study aimed to use the red mud, waste generated on a large scale in the production of aluminum, such as through adsorption of the dye Reactive Blue 19, which has a large industrial application and characteristics that hinder its removal in solution Aqueous by conventional treatments. Therefore, we chose to activate the red mud by chemical treatment (seawater, calcium nitrate and hydrogen peroxide) and thermal (400º C and 500º C) in order to identify the influence of these treatment in increasing its adsorption capacity. For this, we performed the characterization of samples of samples of red mud by determining the pH, electrical conductivity, point of zero charge (PZC) - ray diffraction (XRD) and specific surface area, and the particle size analysis was performed only for red mud in nature. Then, to determine the adsorptive capacity of activated red mud, adsorption isotherms were constructed, according to the linearized Langmuir and Freundlich models. For comparison, the same methodology was applied to activated carbon in order to determine their ability to adsorb the same dye. Was performed to study the kinetics of reaction through the pseudo-first model and pseudo-second order where all samples followed the type of pseudo-second order. The results were very promising, with the red mud activated by calcium nitrate at 500ºC showed a maximum adsorption capacity of 476.02 mg/g at pH 4. The results for the activated carbon did not indicate affinity between the adsorbate and adsorbate material, a factor... (Complete abstract click electronic access below)en
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.format.extent98 f. : il.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectIndústria têxtilpt
dc.subjectEfluente - Qualidadept
dc.subjectMeio ambientept
dc.subjectCorantespt
dc.subjectTextile industryen
dc.subjectEffluent qualityen
dc.subjectAdaptation (Biology)en
dc.subjectColoring matteren
dc.titleEstudo da adsorção do corante reativo blue 19 por lama vermelha ativada por tratamento químico e térmicopt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramEngenharia Civil e Ambiental - FEBpt
unesp.knowledgeAreaSaneamento ambientalpt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Engenharia, Baurupt
dc.identifier.aleph000701937
dc.identifier.filesouza_kc_me_bauru.pdf
dc.identifier.capes33004056089P5
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record