Show simple item record

dc.contributor.advisorCyrino, Eliana Goldfarb [UNESP]
dc.contributor.advisorCyrino, Antonio de Pádua Pithon [UNESP]
dc.contributor.authorNakamoto, Patricia Shirakawa [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:29:35Z
dc.date.available2014-06-11T19:29:35Z
dc.date.issued2007-08-30
dc.identifier.citationNAKAMOTO, Patricia Shirakawa. A humanização no Pronto Socorro do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu sob a perpectiva dos profissionais de saúde. 2007. 136 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina de Botucatu, 2007.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/98477
dc.description.abstractOs hospitais de ensino têm sido estimulados a transformarem-se em um serviço que recupere a dimensão essencial do cuidado: a relação entre humanos exaltada na Política Nacional de Humanização (PNH). O estudo da humanização no processo de desenvolvimento do Sistema Único de Saúde (SUS) é relevante e sua observação em um pronto socorro de hospital universitário pertinente, pois este funciona como um centro do sistema de saúde, atraindo para si uma enorme demanda, que muitas vezes sobrecarrega os seus serviços. O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HC-FMB) recebe pacientes de todos os níveis de complexidade, sendo o seu pronto socorro, uma das referências à DRS-VI para procedimentos de alta complexidade em urgência/emergência e um local de tensão e sobrecarga de atendimento. Este trabalho tem como objetivo analisar a humanização no Pronto Socorro do HC-FMB sob a perspectiva dos profissionais de saúde. Trata-se de uma pesquisa qualitativa em que foram entrevistados oito médicos, uma enfermeira e uma psicóloga, que refletem posições frente à realidade, momentos do desenvolvimento e da dinâmica social, preocupações e interesses próprios, característicos de uma pesquisa social da qual emergem contradições e conflitos do cotidiano de trabalho. A análise dos discursos permitiu a elaboração de núcleos temáticos sobre os quais são apresentados os resultados: a) Pronto Socorro e ambiência: espaço físico inadequado que compromete o atendimento e contrapõe-se ao conceito de ambiência proposto pelo Ministério de Saúde; b) Pronto Socorro e seus usuários: embora tenha havido uma reorganização da unidade que deixou de ser uma porta de entrada de livre acesso, o PS ainda atende a casos de baixa complexidade e pacientes de todos os níveis sociais, devido à carência de outros serviços de urgência na região...pt
dc.description.abstractThe teaching hospitals have been stimulated to become a service that recovers the essential part of care: the relationship among human beings mentioned in the National Humanization Policy. The humanization study in the development process of Sistema Único de Saúde (SUS) (Brazilian public health system) is relevant and the observation of the system in a university teaching hospital pertinent, because it functions as a health care center, attracting to itself great demand, which often overloads its services. The Clinical Hospital from Botucatu Medical School (CH from BMS) receives patients of all levels of complexity, and its emergency department is a reference to the DRS-VI for high complex procedures in emergency/urgency and a place of tension and overload of care. The purpose of this paper is to analyze the humanization of the emergency department of the CH from BMS through the eyes of the health professionals. This is a quantitative research into which eight doctors, a nurse and a psychologist were interviewed; who reflect their position towards the reality, moments of development and the social dynamics, concerns and personal interests, typical of a social research from which emanate contradictions and conflicts of the daily work. The analyses of the interviews allowed the elaboration of theme centers through which the results are presented: a) Emergency Department and environment: inappropriate physical space which compromises the care and opposes the environment concept proposed by the Ministry of Health; b) Emergency Department and its users: even though there has been a reorganization of the department, which is no longer a free access entrance, the emergency department still cares for cases of low complexity and patients of all social levels, due to the lack of other emergency services in the area; c) Emergency Department, care space: the unit overload is justified... (Complete abstract click electronic access below)en
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.format.extent136 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectHospital e comunidadept
dc.subjectHumanização na saúdept
dc.subjectHumanizationen
dc.subjectDoctor-patient relationshipen
dc.subjectEmergency departmenten
dc.titleA humanização no Pronto Socorro do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu sob a perpectiva dos profissionais de saúdept
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramSaúde Coletiva - FMBpt
unesp.knowledgeAreaSaúde públicapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Medicina, Botucatupt
dc.identifier.aleph000512458
dc.identifier.filenakamoto_ps_me_botfm.pdf
dc.identifier.capes33004064078P9
dc.identifier.lattes7172724495907723
unesp.author.lattes7172724495907723
unesp.advisor.lattes8671469070220479[2]
unesp.advisor.orcid0000-0002-9184-5927[2]
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record