Show simple item record

dc.contributor.advisorRuiz, Tânia [UNESP]
dc.contributor.advisorVillas Bôas, Paulo José Fortes [UNESP]
dc.contributor.authorOliveira, Lilson Long de [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:29:35Z
dc.date.available2014-06-11T19:29:35Z
dc.date.issued2009-02-20
dc.identifier.citationOLIVEIRA, Lilson Long de. Estudo da qualidade de vida de religiosas idosas. 2009. 48 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina de Botucatu, 2009.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/98480
dc.description.abstractSegundo a OMS, o mundo está envelhecendo rapidamente. Há perspectiva de aumento da população idosa no Brasil para cerca de 30 milhões em meados de 2020. Enquanto a população mundial envelhece, surge um novo desafio que é envelhecer com qualidade de vida, QV, a qual abrange muitos significados, refletindo conhecimentos, experiências e valores dos indivíduos e da coletividade. Diante da escassez de dados na literatura, buscamos avaliar a QV de uma comunidade com características distintas da população em geral; trata-se de um grupo de religiosas idosas pertencentes ao Instituto das Apóstolas do Sagrado Coração de Jesus, IASCJ, Congregação de São Paulo. Esta entidade foi fundada em 1894, na Itália, por Madre Clélia Merloni e desde 1900 atua no Brasil. Foi utilizado um formulário adaptado da Escala de Qualidade de Vida de Flanagan, EQVF. Suprimiram-se as questões sobre filhos e relacionamento sexual, visto as religiosas, por opção, não os possuírem. Religiosas com sessenta anos ou mais de idade, não institucionalizadas e residentes em Bauru, Marília, Araçatuba, Birigui e Jaú foram selecionadas. Vinte e oito religiosas idosas foram entrevistadas e mostraram uma média de idade de 72,2 anos, nível educacional com predomínio “superior completo”, 82,1%, e predomínio da raça branca, 85,7%. Em relação ao seu grau de satisfação com diferentes aspectos de sua vida, 82,1% sentem-se satisfeitas ou muito satisfeitas com a saúde e 96,4% estão muito satisfeitas quanto à situação financeira; 92,8% das religiosas sentem-se úteis em seu ambiente social e procuram cultivar amigos. Quanto às suas atividades de lazer, os índices observados foram um pouco menores, sendo satisfeitas ou muito satisfeitas em 67,8%, porém, apesar disto e de uma forma geral, as religiosas idosas avaliadas mostraram-se bastante satisfeitas com sua QV.pt
dc.description.abstractAccording to WHO, the world is aging rapidly. There are perspectives to increase the elderly population in Brazil for approximately 30 million in the middle of 2020. While the world population aging, appears a new challenge, get old with quality of life, QOL, which covers many meanings, reflecting knowledge, experience and values of individuals and collectivity. In the face of the scarcity of data in the literature, we evaluate the QOL of a community with distinct characteristics of the population in general; it is a group of elderly nuns that belongs to the “Instituto das Apóstolas do Sagrado Coração de Jesus”, IASCJ, “Congregação de São Paulo”. This was founded in 1894, by Madre Clélia Merloni and since 1900 operates in Brazil. Was used a questionnaire adapted of the Scale of Flanagan’s Quality of Life Assessment. The questions about suns and sexual relation were eliminated, because nuns, by their religious choice, does not possess. Nuns sixty ore more years of age, not institutionalized and inhabitant at Bauru, Marília, Araçatuba, Birigui and Jaú were selected. Twenty and eight elderly nuns were interviewed and showed a mean age 72.2 years, level educational with predominance of University Graduation, 82.1% and a predominance of White race 85, 7 %. In relation to its satisfaction with their QOL, 82.1% was satisfied or very satisfied with health and 96.4% are very satisfied to its financial situation; 92.8% of the nuns feel themselves useful in social environment and seek cultivating friends. As to leisure, indices of satisfaction were a little shorter, they were satisfied ore very satisfied in 67,8%, however, in general, the elderly nuns evaluated showed themselves very satisfied with their QOL.en
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.format.extent48 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectSaúde do idosopt
dc.subjectGeriatriapt
dc.subjectSaúde coletivapt
dc.subjectEnvelhecimentopt
dc.subjectElderlyen
dc.subjectQuality of Lifeen
dc.subjectAgingen
dc.titleEstudo da qualidade de vida de religiosas idosaspt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramSaúde Coletiva - FMBpt
unesp.knowledgeAreaSaúde públicapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Medicina, Botucatupt
dc.identifier.aleph000591302
dc.identifier.fileoliveira_ll_me_botfm.pdf
dc.identifier.capes33004064078P9
dc.identifier.lattes4722881555254093
unesp.author.lattes4722881555254093
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record