Show simple item record

dc.contributor.advisorRuiz, Tânia [UNESP]
dc.contributor.advisorSimões, Ligia Barrozo [UNESP]
dc.contributor.authorCampos, Frederico Grizzi de [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:29:36Z
dc.date.available2014-06-11T19:29:36Z
dc.date.issued2006-06
dc.identifier.citationCAMPOS, Frederico Grizzi de. Distribuição espacial da população de sessenta anos e mais no município de Botucatu-SP. 2006. 70 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina de Botucatu, 2006.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/98494
dc.description.abstractA mudança na pirâmide demográfica brasileira, apontando para um grande envelhecimento populacional nas últimas décadas, leva os profissionais da saúde a enfocarem com maior ênfase a atenção integral à saúde do idoso dentro do sistema de saúde brasileiro. O desenvolvimento das ciências do Geoprocessamento e da Geoinformação constituem importantes ferramentas dentro da Saúde Pública como instrumentos de análise da distribuição de agravos à população, e, portanto, ferramentas úteis na localização de idosos portadores de doenças crônicas dentro do campo da Atenção Primária à Saúde. Este trabalho objetivou a realização de análise espacial da distribuição da população de sessenta anos e mais segundo seu perfil sócio-demográfico e presença de diabetes e hipertensão arterial no município de Botucatu. Foram entrevistados 468 idosos da amostra de inquérito populacional multicêntrico realizado entre os anos de 2001 e 2002, utilizando-se técnicas de Geoprocessamento para localizar os idosos entrevistados nos setores censitários no mapa do município. Após análise dos dados, encontrou-se prevalência de 44,2% de hipertensão arterial e 13,1% de diabetes mellitus (morbidade referida entre a população entrevistada). Os idosos com maior renda e escolaridade estão claramente localizados nos setores censitários de estratos sociais mais altos, o que foi estatisticamente comprovado pela utilização de técnicas de análise espacial tanto para renda quanto para escolaridade. No entanto, não se encontrou padrão de distribuição espacial para os idosos hipertensos e diabéticos, que se localizam no mapa de forma heterogênea. Os resultados da análise espacial da distribuição das doenças crônicas contrariam um trabalho da literatura internacional...pt
dc.description.abstractThe changes in the brazilian demographic pyramid, observed as a greater aging in the last decades, and also the creation, in 1994, of the Family Health Program by the Health Ministry, are taking the health professionals to focus with much more emphasis the integral assistance to the elderly health, in the brazilian health system. The development of Geoprocessing and Geoinformation are important tools in Public Health as analysis instruments of diseases distribution among population, and which have been poorly explored in studies about elderly people. Objectives: This article studies the spatial analysis of distribution of 60-year old and more population according to their social-demographic profile in the city of Botucatu. Methods: 468 interviews from elderly people were analyzed from a multicentric inquiry conducted between 2001 and 2002, utilizing Geoprocessing techniques to locate the interviewed elderly in the censitary sectors inside the town map. Results: The elderly with greater annual income and greater escolarity are clearly located in the higher social censitary sectors, a fact that was statistically proved by the use of spatial analysis techniques, both for annual income and for escolarity. Conclusion: This article intends to contribute with the municipal health system in the planning of health actions in the Primary Care System, identifying groups of risky elderly people. In Botucatu, there are a positive correlation between the spatial distribution of the elderly people and their social-economical level, which must serve as a guide to orientate the planning of the distribution of the Family Care Units inside the city.en
dc.format.extent70 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectSaúde do idosopt
dc.subjectIdoso - Saúde - Botucatu (SP)pt
dc.subjectSaúde públicapt
dc.subjectPublic healthen
dc.subjectHealth systemen
dc.titleDistribuição espacial da população de sessenta anos e mais no município de Botucatu-SPpt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramSaúde Coletiva - FMBpt
unesp.knowledgeAreaSaúde públicapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Medicina, Botucatupt
dc.identifier.aleph000493687
dc.identifier.filecampos_fg_me_botfm.pdf
dc.identifier.capes33004064078P9
dc.identifier.lattes4722881555254093
unesp.author.lattes4722881555254093
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record