A educação sexual no currículo da rede estadual de ensino de São Paulo

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2016-07-01

Orientador

Denari, Fátima Elisabeth

Coorientador

Pós-graduação

Educação Sexual - FCLAR

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

A educação sexual no ensino escolar compreende uma variável fundamental para o desenvolvimento crítico e para a emancipação política e social dos/as educandos/as. Contudo, ela não ocorre de forma efetiva. A relutância do poder legislativo e a omissão do executivo, subalternizados pelo conservadorismo, têm responsabilidade central para a manutenção desse cenário. Desse modo, haja vista que a educação formal é um espaço estratégico para o trabalho com temas voltados para a sexualidade, as ações nesse ambiente devem ser incentivadas e garantidas pelo poder público. Esses pressupostos são assumidos pela presente pesquisa como os pilares da intervenção que se pleiteia. Nesse contexto, a investigação pautou-se no objetivo de analisar os materiais didáticos sobre sexualidade e as concepções de professores/as da rede estadual de ensino de São Paulo sobre a educação sexual. A investigação contemplou duas fases de coleta de dados, que se aproximam da pesquisa bibliográfica e do levantamento de campo. Para a análise dos dados, fez-se uso de ferramentas metodológicas próprias na fenomenologia, como as unidades de significado. A investigação revelou que muitas iniciativas docentes estão preocupadas com a implementação da educação sexual nas escolas e que os/as docentes estão comprometidos/as com as suas demandas, porém, as práticas de sala de aula ainda são incipientes e superficiais. O trabalho explicita as variáveis envolvidas nessa contradição e propõe soluções.

Resumo (inglês)

Sex education at school comprises a variable key for the critical development and political and social emancipation for the students. However, in fact, it is not effective. The reluctance of the legislative and the omission of the executive, subordinated by conservatism, have primary responsibility for the maintenance of that condition. Considering the formal education has a strategic role of working with themes related to sexuality, some actions in that area should be encouraged and guaranteed by the Government. These assumptions are made by this research as pillars of intervention that are pleaded. In that context, the research was based on the objective of analyzing the educational material about sexuality and studies made by teachers that work with sex education in Public School System in Sao Paulo State. This study was inspired by post-critical theoretical work and its analysis was based on own methodological tools of phenomenology. Data were collected through a literature search and a field survey and structured by scattered questionnaires virtually. Research has showed that many enterprises are concerned with the implementation of sex education and that the teachers are committed to its demands, although the practice is still poor. This work explains the variables that are involved and it proposes some solutions.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados

Financiadores