Desenvolvimento inicial da cana-de-açúcar (Saccharum officinarum), em função de doses aplicadas de zinco nanoparticulado

Imagem de Miniatura

Data

2023-06-20

Orientador

Ramos, Sérgio Bispo

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Engenharia Agronômica - FCAT

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Trabalho de conclusão de curso

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O zinco desempenha um importante papel no desenvolvimento da planta. Há exemplo disso, o mesmo tem diferentes ações, atuando como co-fator enzimático, tornando-se essencial para a atividade de regulação e estabilização proteica, além de também afetar a síntese e conservação de hormônios vegetais, que estão envoltos no desenvolvimento da planta, a exemplo, as auxinas, que são capazes de promover a distensão da parede celular, e o alongamento celular da planta. O setor agrícola nacional, se torna cada vez maior, seja esse crescimento favorecido pelas condições edafoclimáticas brasileira, como também pela utilização de novas tecnologias, com capacidade de proporcionar maiores produtividades. Nesse contexto, o presente trabalho teve como objetivo avaliar o desenvolvimento inicial da cana-de-açúcar, em função de doses de aplicação de um micronutriente nanoparticulado (zinco). Experimento foi conduzido em estufa, nas dependências da FCAT – Faculdade de Ciências Agrarias e Tecnológicas da Unesp de Dracena – SP. Foram preenchidos vasos com terra corrigida e adubada, de volumes conhecidos de 45 dm³, que receberam mudas pré-brotadas (MPBs) padronizadas, com altura de 0,60 m. O delineamento experimental foi inteiramente casualizados (DIC), contendo assim 5 tratamentos e 4 repetições, que envolveram o micronutriente zinco nanoparticulado. Os tratamentos foram constituídos em: quatro tratamentos utilizando nanoparticulado com 12% de zinco aplicado na parte aérea das plantas, aos 15 dias após o transplantio, nas doses de 2, 5, 8 e 11 kg ha-1 e uma testemunha absoluta para zinco. Durante e no final da condução do experimento, foram avaliadas as características não destrutivas através da biometria, avaliando altura de plantas, números de colmos e diâmetro dos colmos; índice de clorofila; massas secas das folhas, colmos e raízes; concentrações nutricionais dos tecidos foliares. Os resultados foram submetidos á análise de variância pelo teste F (p<0,05) e, quando encontradas diferenças significativas dos efeitos dos tratamentos, os mesmos foram submetidos a outras formas de análises, como o Teste de Tukey (5%) e análises de regressão. Concluindo que a dosagem de 4,82 kg ha-1 de Zn nanoparticulado agregou valor as características presentes na própria variedade de cana utilizada, sendo essas características, maior desenvolvimento de altura e ótimos números de perfilhos, somados ao maior diâmetro de colmo, proporcionado através da dosagem de 4,82 kg ha-1 de zinco nanoparticulado.

Resumo (inglês)

Zinc plays an important role in plant development. There is an example of this, it has different actions, acting as an enzymatic co-factor, making it essential for the regulation and protein stabilization activity, in addition to also affecting the synthesis and conservation of plant hormones, which are involved in the development of the plant, for example, auxins, which are able to promote the distension of the cell wall, and the cell elongation of the plant. The national agricultural sector is becoming bigger and bigger, whether this growth is favored by the Brazilian edaphoclimatic conditions, as well as by the use of new technologies, with the capacity to provide greater productivity. In this context, the present work aimed to evaluate the initial development of sugarcane, as a function of application doses of a nanoparticulate micronutrient (zinc). The experiment was carried out in a greenhouse, on the premises of FCAT – Faculty of Agricultural and Technological Sciences of Unesp in Dracena – SP. Pots were filled with corrected and fertilized soil, with known volumes of 45 dm³, which received standardized pre-sprouted seedlings (MPBs), with a height of 0.60 m. The experimental design was completely randomized (DIC), thus containing 5 treatments and 4 repetitions, which involved the micronutrient zinc nanoparticulate. The treatments consisted of: four treatments using nanoparticles with 12% zinc applied to the aerial part of the plants, 15 days after transplanting, at doses of 2, 5, 8 and 11 kg ha-1 and an absolute control for zinc. During and at the end of the experiment, non-destructive characteristics were evaluated through biometrics, evaluating plant height, number of stems and stem diameter; chlorophyll index; dry mass of leaves, stems and roots; nutritional concentrations of leaf tissues. The results were submitted to the analysis of variance by the F test (p<0.05) and, when significant differences were found in the effects of the treatments, they were submitted to other forms of analysis, such as the Tukey Test (5%) and analyzes of regression. Concluding that the dosage of 4.82 kg ha-1 of nanoparticulate Zn added value to the characteristics present in the variety of sugarcane used, being these characteristics, greater height development and excellent numbers of tillers, added to the larger stem diameter, provided through of the dosage of 4.82 kg ha-1 of nanoparticulate zinc.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados