Comparação de métodos de enxertia em pepino

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2002-03-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Associação Brasileira de Horticultura

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Foram comparados três métodos de enxertia sobre o crescimento, floração e produção de pepino (Cucumis sativus L.), híbrido Hokuho enxertado em abóbora (Cucurbita maxima Duch.), hibrido Excite Ikky. O ensaio foi instalado em ambiente protegido na UNESP-FCA em Botucatu. Plantas enxertadas por fenda, encostia e perfuração apical foram comparadas com plantas não enxertadas. As características avaliadas foram sobrevivência de mudas, altura da planta, número de internódios, diâmetro do hipocótilo, número de dias até a floração, número de flores femininas e masculinas, número de dias até o inicio da colheita, número de frutos abortados e comerciáveis/planta em cinco semanas de colheita. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso, com cinco repetições e dois vasos por parcela. As plantas não enxertadas apresentaram maior porcentagem de sobrevivência. A enxertia por qualquer método não influenciou na altura das plantas, mas o número de internódios foi superior nas plantas enxertadas por fenda. O diâmetro do hipocótilo e o número de frutos abortados foi maior nas plantas enxertadas. A enxertia não modificou a expressão sexual nem a produção de frutos comerciáveis/planta. Foi observada a presença de brilho na casca de todos os frutos colhidos de plantas enxertadas.

Resumo (inglês)

A trial was carried out under protected cultivation to compare three grafting methods on growth, flowering and yield of cucumber (Cucumis sativus L.), hybrid Hokuho grafted on squash (Cucurbita maxima Duch.), hybrid Excite Ikky, at UNESP in Botucatu, Brazil. Plants were grafted by cleft, approach and tongue grafting, and compared with cucumber plants without grafting. Seedling survival, plant height, node number, hypocotyl diameter, days to flowering, number of female and male flowers, days to first harvest, number of aborted fruits, and commercial fruits per plant during five weeks were evaluated. The trial was carried out in a randomized complete block design, with five replications and two plants per plot. The greatest survival rate was obtained from non-grafted plants. Grafting methods had no influence on plant height, however, node number was greater in cleft grafted plants. Hypocotyl diameter and number of fruits which failed to set were greater in grafted plants than in non grafted ones. Grafting did not affect sex expression and commercial fruit yield per plant. Fruits harvested from grafted plants were shiny.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Horticultura Brasileira. Associação Brasileira de Horticultura, v. 20, n. 1, p. 95-99, 2002.

Itens relacionados