Presença de isolamento pós-zigótico entre diferentes citótipos de Mazama americana: avaliação de fêmeas

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2011-02-25

Orientador

Duarte, José Maurício Barbanti

Coorientador

Pós-graduação

Medicina Veterinária - FCAV

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O veado mateiro, Mazama americana, apresenta populações cariotipicamente diferentes (citótipos) em diferentes regiões brasileiras. Estes citótipos apresentam uma diferenciação cariotípica que originou duas linhagens evolutivas A e B. Estas linhagens apresentam uma distância genética entre elas, maior que em relação a outras espécies de Mazama. A existência de mecanismo de isolamento reprodutivo pós-zigótico, devido a distância cariotípica das linhagens, comprovaria a existência de pelo menos duas espécies dentro do que hoje denomina-se Mazama americana. Para tal foram realizados cruzamentos inter e intracitótipos obtendo prole F1 híbrida (n=6) e pura (n=3). As fêmeas F1 foram analisadas quanto aos seus parâmetros reprodutivos por meio da dosagem de metabólitos fecais de progesterona, histologia de ovário e produção de embriões in vitro. As fêmeas puras apresentaram parâmetros similares aos já descritos para fêmeas de M. americana, porém os parâmetros das fêmeas híbridas apresentaram-se distintos das puras. Duas híbridas apresentaram esterilidade com ausência de células germinativas, resposta negativa ao protocolo de superovulação e ausência de foliculos para aspiração e posterior produção de embriões in vitro. As outras híbridas apresentaram subfertilidade. Uma vez encontrado o isolamento reprodutivo entre as linhagens A e B, foi possível identificar ao menos duas espécies dentro de Mazama americana. Sugerimos que os citótipos podem ser divididos em subespécies das linhagens, porém outros estudos devem ser realizados para que esta hipótese seja comprovada

Resumo (inglês)

The red brocket deer, Mazama americana, shows populations that are karyotipically different (cytotypes) distinct regions in Brasil. These karyotype differentiation led to two evolutionary lineages A and B. These lineages have a genetic distance between them greater than for other species of Mazama. Once to these differences culminate in a division of the taxon, need to require a study of reproductive isolation among lineages. For these, crossings were performed within and between cytotypes obtaining F1 hybrid (n = 6) and pure (n = 3) offspring. The F1 females were analyzed as to their reproductive parameters. It was possible to infer the reproductive capacity of these through the measurement of fecal progesterone metabolites, histology of ovary and embryo production in vitro. The pure females showed parameters similar to those described for females of M. American, but the parameters of the hybrid females were lower than those of the pure. Two hybrid presented sterility with absence of germ cells, negative response to the superovulation protocol, and absence of follicles for aspiration and subsequent production of embryos. The other hybrids showed subfertility. Once found the reproductive isolation between strains A and B, it was possible to identify at least two species within Mazama americana. We suggest that these cytotypes can be divided into subspecies strains, but other studies must be conducted so that this hypothesis is verified

Descrição

Idioma

Português

Como citar

CURSINO, Marina Suzuki. Presença de isolamento pós-zigótico entre diferentes citótipos de Mazama americana: avaliação de fêmeas. 2011. ix, 69 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, 2011.