Dieta e morfologia trófica de espécies do gênero Hypostomus Lacépède, 1803 (Ostariophysi, Loricariidae) no alto curso do Rio Corumbataí-SP

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2006-10-27

Orientador

Goitein, Roberto

Coorientador

Pós-graduação

Ciências Biológicas (Zoologia) - IBRC

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O alto curso do rio Corumbataí (SP) possui grande diversidade de loricariídeos do gênero Hypostomus (Ostariophysi, Loricariidae), conhecidos popularmente por cascudos. As espécies coletadas neste trecho do rio foram: Hypostomus strigaticeps, H. albopunctatus, H. ancistroides, H. regani, Hypostomus sp. C e Hypostomus sp. B. Foi constatada a grande dominância de H. strigaticeps. Há homogeneidade na dieta quanto ao consumo e importância de sedimento grosso, sedimento fino, hifas de fungo, Tecamoeba e diatomáceas, como resultado daquilo que as espécies encontram no ambiente e consomem ao raspar o substrato. Diferentemente das demais, observou-se a preferência de H. albopunctatus por material vegetal. O Coeficiente de Sobreposição Alimentar de Morisita-Horn, indicou alta sobreposição alimentar entre todas as espécies em todas as estações do ano, embora H. albopunctatus tenha apresentado menor similaridade trófica. As espécies foram agrupadas de acordo com as semelhanças de suas características morfológicas relacionadas à dieta utilizando-se Distância Euclidiana. As matrizes de similaridade trófica e morfológica foram testadas pelo teste de Mantel e constatada correlação entre elas. As características da morfologia trófica das espécies relacionam-se ao ambiente bentônico do rio e a dieta iliófaga-detritívora das espécies. A ingestão de material vegetal na dieta de H. albopunctatus tem relação com seu intestino proporcionalmente menos longo se comparado aos das demais espécies mais iliófagas e menos herbívoras. A similaridade na dieta pode explicar a supremacia em biomassa de H. strigaticeps. É possível que a maior segregação ecológica seja relacionada aos micro-habitats utilizados pelas espécies. As discretas diferenças na dieta das espécies estudadas neste trabalho podem sugerir locais diferentes para forrageamento.

Resumo (inglês)

The Corumbataí River (SP) possess great diversity of Hypostomus (Ostariophysi, Loricariidae), commonly known as armored catfishes. The species collected in the Corumbataí River uplands were Hypostomus albopunctatus, H. ancistroides, H. strigaticeps, H. regain, Hypostomus sp. C and Hypostomus sp. B. It was also noticed a great dominance of H. strigaticeps. There is a homogeneity of the fish diet, when consisting of small and great sediment particles, fungi hifas, Tecamoeba and diatoms, as a result of the most common material the species find in the environment and consume by grasping the substratum. A preference of H. albopunctatus for vegetal debris was also observed. The Feeding Superposition Coefficient of Morisita-Horn showed a high overlap of the food consumed by all the species at all the year seasons. Besides this overlap, H. albopunctatus presented the lowest index of trophic similarity. Species were grouped according to their morphologic similarity, using the Euclidian Distance. The trophic and morphologic similarity matrices were tested using the Mantel test which showed a correlation among them. The morphologic characters of the species are related to the benthic environment in the river and to the iliophagic-detritivorous diet the species present. The distinct ingestion of vegetal debris observed for H. albopunctatus may be related to its comparatively shorter intestine when compared to all other species, more iliophagics and less herbivorous. The diet similarity may be a fact to explain the biomass supremacy of one of them, which is H, strigaticeps. Though not observed in this study, a spacial segregation may happen, the species using distinct micro-habitats. The discrete distinctions of food components found in the distinct fish guts may indicate distinct places explored by them.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

CARDONE, Isabella Braz. Dieta e morfologia trófica de espécies do gênero Hypostomus Lacépède, 1803 (Ostariophysi, Loricariidae) no alto curso do Rio Corumbataí-SP. 2006. iv, 80 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências, 2006.

Itens relacionados