Capitalismo tardio e ideologia: transformação qualitativa das formas de controle

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2008-11-05

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Este trabalho pretende analisar aspectos específicos da transformação da ideologia, elaborada inicialmente por Karl Marx em relação à abordagem promovida posteriormente no século XX pela Teoria Crítica. O trabalho está dividido em dois momentos, inicialmente analisamos a fundamentação e elaboração do conceito de ideologia na teoria marxiana. Procuramos analisar conjuntamente os principais pensamentos que influenciaram a teoria de Marx a fim de mergulharmos em suas reflexões sobre a ideologia. A ideologia é central em toda sua obra e possui várias implicações conceituais. Durante sua vida e produção, Marx abordou este conceito de formas distintas, provocando, em seu percurso teórico, diferentes leituras. A primeira parte será destinada ao estudo da concepção marxista tradicional sobre o conceito de ideologia e, posteriormente, sua elaboração na teoria da reificação de Lukács, em que são aprofundados certos questionamentos da teoria marxiana e possibilitadas novas abordagens da realidade social. O segundo momento deste trabalho consiste na elaboração e análise do conceito de ideologia para a Teoria Crítica, representada aqui por Horkheimer Adorno e Marcuse. A constituição e o desenvolvimento do conceito na Teoria Crítica caracterizam-se por um aspecto de extrema complexidade e heterogeneidade. Inseridos no Instituto de Pesquisa Social, o estudo destes teóricos podem ser abordados singularmente, mesmo que muitos trabalhos realizados tenham nascido de parcerias e de preocupações a partir de uma mesma problemática. A ideologia era enfocada num primeiro momento, em seu aspecto marxista tradicional como esfera da dissimulação da dominação, graças ao encobrimento da materialidade. Diferentemente, no segundo momento do trabalho, analisado aqui através dos teóricos frankfurtianos, a ideologia passou a ser abordada de acordo com parâmetros qualitativamente...
The present study intends to investigate specific aspects of the ideology concept transformation elaborated initially by Karl Marx in relation to the approach promoted later in 20th century by Critical Theory. This study is divided into two moments and initially we analyzed the principles and elaboration of the ideology concept within Marxist theory. We investigated the main thoughts that influenced Marx’s theory in order to go deeper in his specific analyses on the ideology concept. The theory of the ideology is central in all his work and holds several conceptual implications. During his life and production, Marx approached this concept in different ways, provoking, in his theoretical course, different readings. The first part will be destined to the study of the traditional Marxist conception on the ideology concept and, later, its elaboration in the theory of reification of Lukács. Certain discussions of Marxinian theory will be deepened and new approaches of social reality will be possible. The second moment of this study consists of the elaboration and analysis of the ideology concept for the Critical Theory, here represented by Horkheimer, Adorno and Marcuse. The constitution and the development of the concept in Critical Theory are characterized by an aspect of extreme complexity and heterogeneity. Placed at the Institute of Social Research, the study of these theoretical researchers can be approached singularly, even if many accomplished works have been born from partnerships and from apprehensions starting from a same problem. The ideology was focused in a first moment, in its traditional Marxist aspect as sphere of the dominance dissimulation, credited to the covering of the materiality. Differently, in the second moment of this study, investigated here through the Frankfurtians, the ideology started to be approached according to different qualitative... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Palavras-chave

Ideologia, Teoria crítica, Capitalismo tardio, Dominação e controle, Ideology, Critical theory, Late capitalism, Domination and control

Como citar

CROCCO, Fábio Luiz Tezini. Capitalismo tardio e ideologia: transformação qualitativa das formas de controle. 2008. 126 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências, 2008.