Educação a distância (Ead) e o trabalho docente: o aumento da precarização

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2020-03-31

Orientador

Novaes, Henrique Tahan

Coorientador

Pós-graduação

Educação - FFC

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Com a popularização do computador e da internet, a chamada educação a distância (Ead) ganhou proporções quase nunca imaginadas, e contribuiu para um intenso processo de maquinização do trabalho docente. Compreendendo que o trabalho docente no ensino tradicional e presencial já é fortemente precarizado, esta pesquisa tem como objeto de estudo as condições de trabalho do profissional docente na Ead, com o objetivo de evidenciar o aumento da precarização nesta modalidade de ensino para com o modo tradicional. No decorrer da busca por tal objetivo, algumas perguntas tornaram pilares essenciais para o seu desenvolvimento: Quais as condições de trabalho do professor na modalidade presencial e na Ead? Qual o impacto da inserção da tecnologia (maquinaria) no trabalho docente? Seria a Ead uma consolidação do modelo fabril sobre a atividade de docência? A Ead é uma continuação do processo de precarização sobre o trabalho do professor? Em quais facetas são possíveis enxergar a manifestação da precarização no cotidiano do docente da Ead? Para encontrar as respostas para estas perguntas, neste trabalho foi realizada uma ampla pesquisa bibliográfica da qual sempre buscou partir da prática (estudos de caso) para a teoria, abrangendo as múltiplas exigências do objeto: a ontologia do ser; a transformação nas condições de trabalho do operariado através da inserção da maquinaria; a reestruturação do capital e as novas facetas da precarização; a história do trabalho docente; o trabalho docente presencial e a precarização; a realidade concreta da educação a distância; a precarização do trabalho docente a distância e; estudos de caso. Mediante a tal suporte, os resultados apontaram evidencias dos mesmos processos apontados por Marx (2017), no que se diz respeito a inserção da maquinaria e seu impacto nas condições de trabalho do operário, na atual condição de trabalho do profissional docente mediante a consolidação da Ead e a inserção de tecnologia na realização do seu trabalho. Além do mais, também foi possível averiguar novas facetas de precarização que se manifestam em tal atividade. Concluindo assim, de que a Ead auxilia na continuidade do processo de precarização do trabalho docente, do qual já era existente na modalidade tradicional presencial, mas agora cria novas formas de ação na modalidade a distância.

Resumo (inglês)

With the popularization of the computer and the internet, the so-called distance education (Ead) gained proportions almost never imagined, and contributed to an intense process of machining teaching work. Understanding that the teaching work in traditional and classroom teaching is already highly precarious, this research has as object of study the working conditions of the teaching professional in Distance Education, with the objective of showing the increase of precariousness in this teaching modality with the traditional way . During the search for such an objective, some questions became essential pillars for its development: What are the working conditions of the teacher in the face-to-face modality and in the Ead? What is the impact of the insertion of technology (machinery) in teaching work? Would Ead be a consolidation of the factory model on teaching activity? Is Ead a continuation of the process of precariousness on the teacher's work? In what facets is it possible to see the manifestation of precariousness in the daily life of Ead teachers? In order to find the answers to these questions, in this work a wide bibliographic research was carried out, which always sought to start from practice (case studies) to theory, covering the multiple requirements of the object: the ontology of being; the transformation in the working conditions of the workers through the insertion of machinery; the restructuring of capital and the new facets of precariousness; the history of teaching work; classroom teaching and precarious work; the concrete reality of distance education; the precariousness of distance teaching work and; case studies. Through such support, the results showed evidence of the same processes pointed out by Marx (2017), with regard to the insertion of machinery and its impact on the working conditions of the worker, in the current working condition of the teaching professional through the consolidation of Ead and the insertion of technology in the performance of his work. In addition, it was also possible to ascertain new facets of precariousness that are manifested in such activity. In conclusion, Ead assists in the continuity of the process of precarious teaching, which already existed in the traditional face-to-face modality, but now creates new forms of action in the distance modality.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados