Pressurização da calda de pulverização na viabilidade de microrganismos entomopatogênicos

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2005-12-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Associação Brasileira de Engenharia Agrícola (SBEA)

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Avaliou-se a influência da pressurização da calda de pulverização na viabilidade dos seguintes microrganismos entomopatogênicos: o fungo Metarhizium anisopliae, a bactéria Bacillus thuringiensis var. kurstaki, o nucleopoliedrovirus de Anticarsia gemmatalis (AgMNPV) e o nematóide Steinernema glaseri. Utilizou-se do sistema hidráulico de um pulverizador, sem filtros, equipado com ponta de pulverização de jato cônico JA-2. O delineamento experimental adotado foi o inteiramente casualizado, com sete tratamentos: pressurização da calda em 172; 345; 517; 689; 1.034 e 1.379 MPa, e a testemunha (calda não submetida à pressurização). A avaliação da viabilidade de M. anisopliae foi realizada por meio da porcentagem de germinação dos conídios. Para B. thuringiensis, foi considerado o número de colônias. A eficácia do AgMNPV foi estimada indiretamente, pela mortalidade causada às lagartas de A. gemmatalis no início do terceiro instar, alimentadas com dieta artificial impregnada com suspensão viral. No caso do S. glaseri, foi calculada a porcentagem de indivíduos vivos em lâmina de Peters. Conclui-se que se podem pulverizar os entomopatógenos M. anisopliae, B. thuringiensis, AgMNPV e S. glaseri, até a pressão de 1.379 MPa, sem que haja perda na viabilidade desses organismos utilizados como agentes de controle biológico.

Resumo (inglês)

The objective of this research was to evaluate the influence of spraying pressurization upon the viability of the following entomopathogens microorganisms: the fungus Metarhizium anisopliae, the bacterium Bacillus thuringiensis var. kurstaki, the nucleopolyhedrovirus of Anticarsia gemmatalis (AgMNPV), and the nematode Steinernema glaseri. The sprayer hydraulical system was used without filters and equipped with JA-2 hollow-cone nozzle type. The experimental design was completely randomized, with seven treatments: pressurization of spraying suspension at 172; 345; 517; 689; 1,034 and 1,379 MPa, and check (suspension not submitted to the pressurization). Evaluation of the viability of M. anisopliae was estimated by the percentage of germinated conidia. For B. thuringiensis, by the number of colonies formed. Efficiency on AgMNPV was estimated indirectly, by means of mortality caused to A. gemmatalis infected as early third-instars larvae reared in an artificial diet impregnated with the viral suspension. For the experiment with S. glaseri it was calculated the percentage of live specimens on Peters slide-blade. It concluded that the entomopathogens M. anisopliae, B. thuringiensis, AgMNPV and S. glaseri can be sprayed up to the pressure of 1,379 MPa without losing the viability of those organisms as biological control agents.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Engenharia Agrícola. Associação Brasileira de Engenharia Agrícola, v. 25, n. 3, p. 783-790, 2005.

Itens relacionados