A Marmota na Corte: recreação e vereda literária no cenário cultural do século XIX (1849-1852)

dc.contributor.advisorCairo, Luiz Roberto Velloso [UNESP]
dc.contributor.authorSantos, Rinaldo Cavalcante dos [UNESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2014-06-11T19:26:51Z
dc.date.available2014-06-11T19:26:51Z
dc.date.issued2009-06-29
dc.description.abstractA presente dissertação é resultado de um processo de mapeamento e análise da gazeta fluminense A Marmota na Corte, cuja circulação se deu entre setembro de 1849 e abril de 1852. Nascida da parceria entre o editor Francisco de Paula Brito e do redator Próspero Ribeiro Diniz, A Marmota na Corte consistiu na primeira fase de um empreendimento que se estenderia até 1861, ano da morte de seu editor. A atividade desse periódico se dá num momento de profunda transição na vida política e cultural do país em meados do século XIX, momento de consolidação da política imperial, da extinção do tráfico negreiro e dos primeiros passos de uma imprensa de feição empresarial. Jornalismo e literatura confundiam-se nos modos de circulação da palavra escrita, de maneira que o primeiro foi decisivo para o desenvolvimento das ideias românticas, visto que o mercado editorial brasileiro ainda era incipiente para a comercialização de livros. Esse estudo propõe ressaltar a relevância da Marmota na Corte na circulação das diferentes vozes que traduziam as convergências e divergências culturais e ideológicas da época.pt
dc.description.abstractThe present dissertation is the result of process of survey and analysis about fluminense journal A Marmota na Corte, which circulation happened between January 1849 and April 1852. From the partnership between the publisher Paula Brito and journalist Próspero Ribeiro Diniz, A Marmota na Corte consisted in the first phase of enterprise which would be extend until 1861, when Paula Brito dead. The activity of this journal happened in the moment of deep transition in the cultural and political live of country in the middle of 19th century, moment of empire politic strengthening, the abolition of slave trade and the first steps of business press. The journalism and the literature mixed up in the circulation of the written word circulation, so that the journalism was decisive for the development of romantic ideas, since the Brazilian editorial market. yet was still thin for the book trade. This study proposes stand out the importance of Marmota na Corte in circulation of different voices that express the cultural and ideological convergences and divergences from that time.en
dc.format.extent388 f.
dc.identifier.aleph000602922
dc.identifier.capes33004048019P1
dc.identifier.citationSANTOS, Rinaldo Cavalcante dos. A Marmota na Corte: recreação e vereda literária no cenário cultural do século XIX (1849-1852). 2009. 388 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras de Assis, 2009.
dc.identifier.filesantos_rc_me_assis.pdf
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/94030
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.sourceAleph
dc.subjectLiteratura brasileirapt
dc.subjectRomantismopt
dc.subjectPeriodic pressen
dc.subjectBrazilian Literatureen
dc.subjectRomanticismen
dc.subjectSecond Reignen
dc.titleA Marmota na Corte: recreação e vereda literária no cenário cultural do século XIX (1849-1852)pt
dc.typeDissertação de mestrado
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências e Letras, Assispt
unesp.graduateProgramLetras - FCLASpt
unesp.knowledgeAreaLiteratura e vida socialpt
unesp.researchAreaArquivos da memória: fontes e periódicos literários e culturaispt

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
santos_rc_me_assis.pdf
Tamanho:
1.63 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format