Osteologia descritiva e desenvolvimento do esqueleto axial e apendicular de Gymnocorymbus ternetzi (Boulenger,1895) (Characiformes: Characidae)

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2016-06-13

Autores

Martins, Bárbara Araújo [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O gênero Gymnocorymbus Eigenmann 1908, pertencente à família Characidae, se distribui ao longo da Amazônia, Orinoco e Paraguai, e pode ser diagnosticado dos outros pertencentes à família por meio de alguns caracteres específicos para este gênero. Uma espécie importante dentro desse grupo é o Gymnocorymbus ternetzi, também conhecida como tetra negro ou black skirt tetra. Esta espécie vem sendo amplamente utilizada em estudos gerais de biologia, genética e fisiologia, porém apenas recentemente foi alvo de um estudo taxonômico abrangente cujos resultados levaram a necessidade de um maior entendimento dos estados dos caracteres envolvidos. Assim, o objetivo do presente projeto foi de descrever o processo de desenvolvimento ontogenético – dos componentes dos esqueletos axial e apendicular de Gymnocorymbus ternetzi, com ênfase nas características informativas do ponto de vista filogenético, assim como a osteologia de exemplares adultos visando complementar a informação existente e o entendimento das prováveis sinapomorfias previamente propostas. Os espécimes de G. ternetzi utilizados neste estudo foram adquiridos comercialmente e mantidos em tanques comunitários de 300 litros com temperatura de 26 a 28°C e pH entre 6,5 e 6,8. Após a entrada no período reprodutivo, machos e fêmeas foram colocados dois a dois (casais) em aquários de 30 litros, com temperatura em torno de 28°C. Situações para estimular a desova foram simuladas e após a desova os adultos foram retirados para evitar uma possível predação dos ovos. Nossos resultados trazem importantes informações sobre o desenvolvimento do esqueleto apendicular e axial que dão suporte às hipóteses filogenéticas prévias, como a próxima relação com os membros da subfamília com Stethaprioninae.
The genus Gymnocorymbus Eigenmann 1908, belongs to the Characidae family, is distributed along the Amazon, Orinoco and Paraguay, and can be diagnosed from other belonging to the family through some specific characters for this genus. An important species within this group is the black tetra, also known as black skirt tetra. This species has been widely used in general studies of biology, genetics and physiology, but only recently has undergone a comprehensive taxonomic study whose results have led to the need for greater understanding of the states of the characters involved. The objective of this project was to describe the ontogenetic development process - the components of the axial and appendicular skeletons of Gymnocorymbus ternetzi, with emphasis on informative features of the phylogenetic point of view, as well as the osteology of adult to complement existing information and understanding of the likely synapomorphies previously proposed. The specimens of G. ternetzi used in this study were commercially purchased and kept in community tanks of 300 liters with temperature 26 to 28 ° C and pH between 6.5 and 6.8. After entering the breeding season, males and females were placed in pairs (couples) in aquariums of 30 liters, with temperatures around 28 ° C. Situations to stimulate spawning were simulated and after spawning adults were taken to avoid possible predation of eggs. Our results provide important information on the development of the appendicular and axial skeleton that support previous phylogenetic hypotheses, as the close relationship with members of the subfamily with Stethaprioninae.

Descrição

Palavras-chave

Ontogenia, Sistemática, Ontogeny, Tetra-negro

Como citar