Lianas de uma floresta estacional semidecidual, Município de Paulo de Faria, Norte do Estado de São Paulo, Brasil

dc.contributor.authorRezende, Andréia Alves
dc.contributor.authorRanga, Neusa Taroda [UNESP]
dc.contributor.authorPereira, Rodrigo Augusto Santinelo
dc.contributor.institutionCentro Universitário de Rio Preto (UNiRP)
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.contributor.institutionUniversidade de São Paulo (USP)
dc.date.accessioned2014-05-20T15:11:27Z
dc.date.available2014-05-20T15:11:27Z
dc.date.issued2007-09-01
dc.description.abstractLianas são plantas que germinam no solo, se mantêm enraizadas durante toda a vida e necessitam de suporte físico para alcançarem o dossel. Nas florestas tropicais, constituem uma forma de vida importante em virtude de sua diversidade, por fazerem parte da estrutura da floresta e, além disso, servirem de alimento para uma variedade de animais. Este trabalho teve como objetivo avaliar a composição de espécies, a diversidade e a estrutura da comunidade de lianas em um fragmento de floresta estacional semidecidual, na Estação Ecológica de Paulo de Faria, São Paulo, Brasil. Amostraram-se os indivíduos de lianas com DAP > 1 cm em 100 parcelas de 10 x 10 m (1 ha), resultando em 1.427 indivíduos de 45 espécies, o que representou uma diversidade (H') de 2,98 nats indivíduo¹. As famílias mais ricas em espécies foram Bignoniaceae (14 espécies), Sapindaceae (nove), Malpighiaceae (seis) e Leguminosae (quatro), semelhante ao observado em outras florestas neotropicais. As famílias Bignoniaceae, Sapindaceae e Apocynaceae foram representadas por grande número de indivíduos, sendo Melloa quadrivalvis a espécie com maior valor de importância. A maioria dos indivíduos amostrados (57,6%) apresentou diâmetro < 2,5 cm, somente 26 indivíduos tiveram o diâmetro > 10 cm. Nossos dados sugerem que se o objetivo for estimar a abundância, todos os indivíduos com DAP > 1 cm devem ser amostrados.pt
dc.description.abstractLianas are soil-germinating plants, perennially rooted that need support to reach the canopy. In tropical forest they are an important form of life due to their diversity, they are part of the forest structure, and source of food for various animals species. The aim of this study was to evaluate the species composition, the diversity and the structure of a liana community in a seasonal semideciduous forest at the Ecological Station of Paulo de Faria, São Paulo, Brazil. The sampling included lianas specimens with DBH > 1 cm collected in 100 plots of 10 x 10 m (1 ha). We collected 1,427 individuals representing 45 species. The species diversity (H') was 2.98 nats individual-1. The richest families were Bignoniaceae (14 species), Sapindaceae (nine), Malpighiaceae (six) and Leguminosae (four), similarly to other neotropical forests. The families Bignoniaceae, Sapindaceae and Apocynaceae were represented by a great number of individuals, Melloa quadrivalvis (Bignoniaceae) was the most important species. The majority of the sampled individuals (57.6%) had diameters between 1-2.5 cm and in 26 individuals only the diameter was larger than 10 cm. If the purpose of a study of a liana community is to estimate the abundance our data suggest that all individuals with DBH > 1 cm must be sampled.en
dc.description.affiliationCentro Universitário de Rio Preto Departamento de Ciências Biológicas
dc.description.affiliationUniversidade Estadual Paulista Instituto de Biociências Letras e Ciências Exatas Departamento de Zoologia e Botânica
dc.description.affiliationUniversidade de São Paulo Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto Departamento de Biologia
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista Instituto de Biociências Letras e Ciências Exatas Departamento de Zoologia e Botânica
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
dc.format.extent451-461
dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/S0100-84042007000300010
dc.identifier.citationBrazilian Journal of Botany. Sociedade Botânica de São Paulo, v. 30, n. 3, p. 451-461, 2007.
dc.identifier.doi10.1590/S0100-84042007000300010
dc.identifier.fileS0100-84042007000300010.pdf
dc.identifier.issn0100-8404
dc.identifier.scieloS0100-84042007000300010
dc.identifier.scopus2-s2.0-38149013067
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/28031
dc.language.isopor
dc.publisherSociedade Botânica de São Paulo
dc.relation.ispartofBrazilian Journal of Botany
dc.relation.ispartofsjr0,269
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.sourceSciELO
dc.subjectabundanceen
dc.subjectDiversityen
dc.subjectlianaen
dc.subjectphytosociological structureen
dc.subjectabundânciapt
dc.subjectDiversidadept
dc.subjectfitossociologiapt
dc.subjectlianapt
dc.titleLianas de uma floresta estacional semidecidual, Município de Paulo de Faria, Norte do Estado de São Paulo, Brasilpt
dc.title.alternativeLianas of a seasonal semideciduous forest, Paulo de Faria, northern São Paulo State, Brazilen
dc.typeArtigo
unesp.author.lattes0283550687968328[1]
unesp.author.orcid0000-0001-7030-6783[1]
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Instituto de Biociências Letras e Ciências Exatas, São José do Rio Pretopt

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
S0100-84042007000300010.pdf
Tamanho:
289.25 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 2 de 2
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
license.txt
Tamanho:
1.71 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição:
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
license.txt
Tamanho:
1.71 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: