Avaliação do uso de sequências de snDNA U2 como marcador citogenético nos estudos de evolução cromossômica de Leptodactylus (Amphibia, Anura, Leptodactylidae)

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2016

Orientador

Maltempi, Patricia Pasquali Parise
Gazoni, Thiago

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Ciências Biológicas - IBRC

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Trabalho de conclusão de curso

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

No mundo existem 10546 espécies de aves e, dentre as aves brasileiras, 48 pertencem à família Accipitridae na qual está o sovi (Ictinia plumbea). É uma espécie migratória, distribuindo-se desde o México até a Bolívia, Argentina, Paraguai e em quase todo o Brasil. Pela falta de trabalhos relacionados à essa espécie, pouco se sabe sobre o comportamento reprodutivo dos indivíduos adultos e como o filhote se comporta ao decorrer de seu desenvolvimento. O estudo foi realizado no Jardim Experimental da Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho, campus de Rio Claro, São Paulo, com um ninho de sovi localizado em um pau-d'alho. Obtivemos um total de 514 horas de filmagens do período de incubação (02/10/2006) até a data de saída do filhote do ninho (05/12/2006). Durante o período de incubação (30 dias) os adultos aqueceram o ovo 79% do tempo, virando-o com o bico, em média, 31,03 vezes ao dia. Os adultos aqueceram o filhote principalmente nas primeiras semanas de vida do mesmo, diferentemente do comportamento de manter o filhote solitário no ninho, que foi mais frequente no final do período estudado. O filhote permaneceu no ninho por 35 dias. Foram registradas 453 presas entregues ao filhote, sendo identificadas duas delas: um Lepidoptera adulto e uma ave. Observamos a mudança na plumagem do filhote e seu desenvolvimento ao decorrer do estudo, sendo possível registrar suas breves tentativas de voo, o alongamento das asas e sua preferência pelos poleiros adjacentes ao ninho...

Descrição

Idioma

Português

Como citar

DORIGON, Nathália Sepulveda. Avaliação do uso de sequências de snDNA U2 como marcador citogenético nos estudos de evolução cromossômica de Leptodactylus (Amphibia, Anura, Leptodactylidae). 2016. 38 f. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado - Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho, Instituto de Biociências (Campus de Rio Claro), 2016.

Itens relacionados

Financiadores