Effect of working pressure at different spray nozzles on drift quantification in wind tunnel

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014-02-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Associação Brasileira de Engenharia Agrícola (SBEA)

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

Each year, there is an increase in pesticide consumption and in its importance of use in the large-scale agricultural production, being fundamental the knowledge of application technology to the activity success. The objective of the present study was to evaluate the influence of working pressure on the drift generated by different spray nozzles, assessed in wind tunnel. The treatments were composed of two spray nozzles AXI 110015 and AXI 11002 with pressure levels of 276 and 414 kPa. The spray solution was composed by water and NaCl at 10%. The applications were conducted at wind speed of 2.0 m s-1, being the drift collected at 5.0; 10.0 and 15.0 m away from the spray boom and at heights of 0.2; 0.4; 0.6; 0.8 e 1.0 m from the tunnel floor. To both spray nozzles, the greatest drift was collected at the smallest distance to the spray-boom and at the lowest height. The AXI 11002 nozzle gave a smaller drift relative to the AXI 110015 nozzle for the two tested pressures and for all the collection points. Regardless of the nozzle, a rise in the working pressure increases the spray drift percentage at all distances in the wind tunnel.

Resumo (português)

A cada ano, há um aumento no consumo e na importância do uso de agrotóxicos na produção agrícola em alta escala, sendo fundamental o conhecimento da tecnologia de aplicação para o sucesso da atividade. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da pressão de trabalho sobre a deriva gerada por diferentes pontas de pulverização, avaliada em túnel de vento. Os tratamentos foram compostos por duas pontas de pulverização: AXI 110015 e AXI 11002, nas pressões de 276 e 414 kPa. A calda de pulverização foi composta por água e NaCl a 10%. As aplicações foram realizadas com velocidade de vento de 2,0 m s-1, sendo a deriva coletada a 5,0; 10,0 e 15,0 m de distância da barra de pulverização e nas alturas de 0,2; 0,4; 0,6; 0,8 e 1,0 m em relação ao piso do túnel. Para as duas pontas de pulverização, a maior deriva coletada ocorreu na menor distância em relação à barra de pulverização e na menor altura em relação ao piso do túnel. O modelo de ponta AXI 11002 apresenta menor porcentagem de deriva coletada em relação ao modelo AXI 110015, para as duas pressões testadas e em todos os pontos de coleta. Independentemente da ponta, o aumento da pressão de trabalho aumenta a porcentagem de deriva em todas as distâncias de coleta realizadas no túnel de vento.

Descrição

Idioma

Inglês

Como citar

Engenharia Agrícola. Associação Brasileira de Engenharia Agrícola, v. 34, n. 1, p. 66-73, 2014.

Itens relacionados

Financiadores

Coleções