Desenvolvimento e calibração de um atmômetro modificado na superfície evaporativa

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2018-11-30

Orientador

Román, Rodrigo Máximo Sánchez
Gabriel Filho, Luis Roberto Almeida

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Irrigação e Drenagem) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

O avanço da engenharia de irrigação nas últimas décadas melhorou e simplificou o funcionamento dos sistemas, permitindo intervenções rápidas para recarregar a água no solo e ajustes qualitativos e quantitativos de seus nutrientes. A irrigação em seu conceito automático vai muito além dos componentes físicos do sistema (válvulas, motores e bombas). Um sistema complexo como esse requer técnicas especiais de controle, que, por sua vez, devem ser analisadas e baseadas em uma estratégia de manejo que leve em conta os dados do solo, cultura, clima (ambiente) ou uma associação destes. Das quatro formas possíveis de gerenciamento ou monitoramento de irrigação, o gerenciamento por variáveis de ambiente é o mais prático, no entanto, isso não significa que seja uma variável fácil de obter. Um indicador que explica o comportamento do ambiente que é fundamental para a adoção adequada do manejo da irrigação é a evapotranspiração. Sua determinação, no entanto, requer técnicas específicas que vão desde uma simples medição de temperatura até uma série de variáveis climáticas que exigem alto investimento em sua operação e manutenção. Existem duas maneiras de obter o valor da evapotranspiração, são chamadas de formas indiretas e formas indiretas. Métodos diretos são métodos que efetivamente medem a quantidade de água transpirada pela planta e evaporada do solo; os indiretos são os métodos que, por meio de um indicador ambiental associado a coeficientes, estimam o valor da evapotranspiração de referência. Da categoria dos métodos indiretos, o atmômetro é o objeto de estudo desse trabalho. Atuando principalmente na reestruturação da cápsula porosa, propõe-se a melhoria deste equipamento visando um procedimento para estimar a evapotranspiração de referência. Para verificar esta modificação calcula-se a correlação entre a capacidade de evaporação dos atmômetros, em função da posição da impermeabilidade da cápsula porosa (fator cápsula), modelando o valor de ETo em um conjunto de possibilidades que também considera os valores dos elementos climáticos, temperatura, umidade relativa, velocidade do vento e radiação solar global.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados