Redução da área foliar e o rendimento do pepino japonês

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2000-06-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade de São Paulo (USP), Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ)

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Para verificar o efeito da redução da área foliar sobre a produção e qualidade dos frutos de pepino japonês (híbrido Hokuho nº 2, enxertado sobre abóbora 'Excite Ikky') cultivado em ambiente protegido, foram avaliados seis tratamentos com cinco repetições e cinco plantas por parcela, no delineamento experimental em blocos ao acaso. O tratamento 1 foi constituído por plantas com crescimento livre; no tratamento 2 (padrão) as plantas foram conduzidas com desbrotas nos ramos laterais; no tratamento 3 as plantas foram conduzidas semelhante ao padrão, mas com eliminação de frutos tortos ainda jovens (<5 cm); os tratamentos 4, 5 e 6 foram conduzidos semelhante ao padrão, mas com retirada de 25%, 50% e 75% das folhas da planta, respectivamente. Não se observou diferenças significativas para altura de plantas, mas os tratamentos 5 e 6 apresentaram maior número de entrenós, embora menos vigorosos, e menor emissão de ramificações laterais. O tratamento 1, apesar de ter uma maior produção total de frutos, apresentou uma grande quantidade de frutos tortos e maior dificuldade para a colheita. No tratamento 3 observou-se uma maior produção de frutos comerciais, já que eram retirados todos os frutos tortos ainda jovens, o que era compensado pela produção de frutos de maior qualidade e favorecendo a emissão de novas brotações laterais. Houve uma redução na produção e qualidade de frutos, proporcional ao nível de desfolha.

Resumo (inglês)

In order to verify the defoliation effect on yield and quality of japanese cucumber ('Hokuho' grafted over 'Excite Ikky' squash) under protected cultivation, five replicates of five plants per plot were used to evaluate six treatments in a randomized block design. Treatment 1 consisted of free growth plants; treatment 2 (standard) of disprouted plants; treatment 3, young curved fruits (<5 cm) removed; treatments 4, 5 and 6, plants removing 25%, 50% and 75% of their leaves, respectively. There were no differences in plant height, but plants of treatments 5 and 6 had greater number of nodes per plant, although they were smaller and less vigorous, presenting a smaller number of sproutings. Despite having plants with higher total yield, in treatment 1, most of them were curved and the harvest was more difficult. Plants of treatment 3 had a greater commercial yield, because all the young curved fruits were removed and the plants compensated their yield, producing other fruits with better quality and plants had better sprouting. The higher the defoliation level the greater was the yield reduction.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Scientia Agricola. São Paulo - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, v. 57, n. 2, p. 257-261, 2000.

Itens relacionados