Influência de adjuvantes no espectro de gotas de ponta com indução de ar

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

This study aimed to verify the influence of adjuvants on the droplet spectrum of an air induction nozzle. The experiment used nine spray solutions, one including only water and eight containing adjuvants: Nimbus® (mineral oil), Óleo vegetal Nortox (vegetal oil), Li-700® (a mixture of lecithin and propionic acid), Agral® (nonyl phenoxy poly ethanol), In-Tec® (nonyl phenol ethoxylate), Antideriva (nonyl phenol ethoxylate), Silwet® L-77 Ag (copolymer polyester and silicon) and TA 35 (sodium lauryl ether sulfate). A flat fan air induction nozzle Hypro® Guardian Air 110 03 was used for the droplet spectrum evaluation. The study was conducted at the Laboratory for Particle Size Analysis (Lapar), at FCAV/UNESP, Jaboticabal/SP - Brazil. The determination of the droplet spectrum characteristics (Volume Median Diameter/VMD, percentage of droplets smaller than 100 micrometers and span) was carried out by a particle size analyzer by laser diffraction Mastersizer S (Malvern Instruments). For statistical analysis the mean values were compared using Confidence Interval at 95% (CI 95%). The results showed that for the Hypro® GA air induction nozzle the oil based adjuvants (Óleo Vegetal Nortox e Nimbus®) increased the VMD. The percentage of droplets smaller than 100 micrometers was lower for the Agral®, Antideriva, In-Tec® e TA 35, in comparison with the Óleo Vegetal Nortox and Li-700®. The span was higher for the oil based adjuvants (Óleo Vegetal Nortox e Nimbus®) and lower for the TA 35 (sodium lauryl ether sulfate), showing that the TA 35 adjuvant has a potential to improve the quality of the droplet spectrum of the Hypro® GA 11003 nozzle.

Resumo (português)

O presente trabalho teve por objetivo verificar a interferência de adjuvantes no desempenho de uma ponta com indução de ar quanto ao espectro de gotas formado. Para o estudo foram utilizadas nove caldas, sendo uma composta apenas por água e oito soluções contendo adjuvantes solubilizados em concentrações recomendadas por seus fabricantes: óleo mineral(Nimbus®), óleo vegetal (Óleo VegetalNortox), mistura de lecitina e ácido propiônico (Li- 700®), nonilfenoxi poli etanol (Agral®), nonil fenol etoxilado (In-Tec® e Antideriva), copolímero de poliéster e silicone (Silwet® L-77 Ag) e lauril éter sulfato de sódio (TA 35). Utilizou-se uma ponta jato plano com indução de ar modelo Guardian Air (Hypro®) 11003. O estudo foi realizado no Laboratório de Análise do Tamanho de Partícula (LAPAR), localizado no Departamento de Fitossanidade da FCAV/UNESP, Campus de Jaboticabal – SP. As características doespectro de gotas (diâmetro mediano volumétrico/DMV, percentual de gotas menores do que 100 micrometros e amplitude relativa foram determinadas com um analisador de tamanho de partículas por difração de raios laserMastersizer S (MalvernInstruments). Para análise estatística os valores das médias dos tratamentos foram comparados pelo Intervalo de Confiança a 5 % de probabilidade (IC95%). Os resultados mostraram que para a ponta com indução ar Guardian Air 11003 os óleos adjuvantes (Óleo Vegetal Nortox e Nimbus®) apresentaram maior capacidade no aumento do DMV na comparação com produtos a base de surfatantes. O percentual de gotas abaixo de 100 µm foi menor para os adjuvantes Agral®, Antideriva, In-Tec®eTA 35, em comparação ao Óleo Vegetal Nortox e ao Li-700®. A amplitude relativa foi maior para os adjuvantes a base de óleo (Óleo Vegetal Nortox e Nimbus®), sendo o menor valor encontrado para o adjuvante a base de lauril éter (TA 35®), indicando potencial de melhoria na qualidade do espectro de gotas da ponta Hypro® GA 11003.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Energia na Agricultura, v. 28, n. 1, p. 1-5, 2013.

Itens relacionados

Financiadores