Biometria, germinação e qualidade fisiológica de sementes de Tabebuia chrysotricha (Mart. ex A. Dc.) Standl. provenirntes de diferentes matrizes

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2007-07-31

Orientador

Paula, Rinaldo César de

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia - FCAV

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Tabebuia chrysotricha é uma planta arbórea com grande valor ornamental e potencial para uso em trabalhos de restauração de áreas degradadas. Este trabalho teve por objetivo verificar a variação quanto a caracteres biométricos de sementes, quanto ao processo germinativo e qualidade fisiológica de sementes provenientes de diferentes matrizes. Foram determinados o tamanho (comprimento, largura e espessura) e massa de matéria fresca de sementes, em oito repetições de 50 unidades. As avaliações de tamanho foram realizadas com auxílio de um paquímetro digital e a massa em balança analítica. O teste de germinação foi conduzido sob temperatura 25°C, usando-se como substrato duas folhas de papel. Avaliou-se a porcentagem de germinação, porcentagem de plântulas normais, índice de velocidade de germinação, valor pico, média diária de germinação, valor germinativo, comprimento de plântulas, massa seca de plântulas e porcentagem de sementes poliembriônicas, utilizando-se oito repetições de 25 sementes por tratamento. A condutividade elétrica foi avaliada em diferentes períodos de embebição (4, 6, 12, 24, 48, 72, 96 e 120 horas) a 25°C, utilizando oito repetições de 25 sementes. As sementes foram envelhecidas durante 72 horas a 45°C, utilizando-se quatro repetições de 25 sementes. O delineamento estatístico foi o inteiramente casualizado e as médias foram comparadas pelo teste de Scott-Knott a 1 % de probabilidade. Concluiu-se que as sementes apresentam ampla variabilidade nas características biométricas, suas matrizes possuem diferenças na capacidade germinativa e vigor, o teste de envelhecimento acelerado, conduzido a 45°C por 72 horas foi eficiente , o teste de condutividade elétrica conseguiu separar os lotes de melhor e os de pior qualidade, podendo ser conduzido com 24h de embebição.

Resumo (inglês)

Tabebuia chrysotricha is an arboreal plant of great ornamental value and huge potential use for degraded areas. The present work had the objective of verify the variability of seeds biometric traits, of germination process and physiological quality of seeds proceeding from different mother trees. The size (Iength, width and thickness) and fresh mass matter of the seeds were determined, in eight repetitions of fifty units. The evaluations of size were done with the help of a digital measuring calliper instrument and fresh mass with an analytical scale. The germination test was conducted at 25°C, using as subtract two germitest paper sheets. In the present work the percentage of germination, percentage of normal seedlings, speed germination index, peak value, daily germination average, germination value, seedling length, dry mass and percentage of poli-embryonic seeds were evaluated, using eight repetitions of twentyfive seeds. Electrical conductivity was evaluated at different imbibition times (4, 6, 12, 24, 48, 72, 96 and 120 hours) at 25°C, using eight repetitions of twenty-five seeds. The seeds were submitted to accelerated aging test for 72 hours at 45°C, using four repetitions of twenty-five seeds. The statistical design was completely randomized and means were compared by Scott-Knott test (p<0,01). Results demonstrated that Tabebuia chrysotricha seeds present large variability in biometric traits; mother trees presented different germination capacities and vigour; the accelerated aging test conducted at 45°C for 72 hours is efficient to evaluated the physiological quality of seeds; the electrical conductivity test was promising, can be conducted during 24 h of soaking.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

SANTOS, Fabiana Silva dos. Biometria, germinação e qualidade fisiológica de sementes de Tabebuia chrysotricha (Mart. ex A. Dc.) Standl. provenirntes de diferentes matrizes. 2007. ix, 48 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, 2007.

Itens relacionados