Metodologias para determinação da reação de cultivares de soja à Fusarium tucumaniae

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2007-05-18

Orientador

Centurion, Maria Aparecida Pessoa da Cruz

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Produção Vegetal) - FCAV

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Objetivou-se estudar diferentes metodologias de inoculação de Fusarium tucumaniae em folhas destacadas e em plântulas de soja, visando à caracterização da reação de resistência de cultivares de soja à F. tucumaniae. O trabalho foi desenvolvido em diferentes etapas relacionadas a seguir: obtenção e manutenção do inóculo; avaliação do desenvolvimento do patógeno em diferentes meios de cultura e diferentes luminosidades; avaliação de diferentes métodos de inoculação em folhas destacadas acondicionadas em papel de filtro e em solo, incubadas em duas temperaturas; avaliação de métodos de inoculação em plântulas cultivadas em casa de vegetação (primavera/verão e outono/inverno), reação de cultivares de soja a F. tucumaniae avaliadas em folhas destacadas, reação de cultivares de soja a F. tucumaniae avaliadas em plântulas (outono/inverno). As análises dos resultados permitiram concluir maior esporulação do fungo em meio de grãos de sorgo. As metodologias de inoculação de plântulas foram bem sucedidas na época de outono/inverno 2005, observando-se infecção das plântulas, principalmente de variedades suscetíveis, e os sintomas típicos da doença ocorreram em todos os métodos utilizados. FT-Cristalina apresentou maior nível de infecção da planta, para o método de grãos de sorgo (GS). O método de inoculação, em folhas destacadas, com grãos de aveia, promoveu maior infecção nas folhas e, o ambiente mais propício ao desenvolvimento dos sintomas da doença foi o solo a 23ºC. A cultivar FT-Estrela apresentou 90,2% de plântulas mortas, e CAC-1 46,9% (método GS). No método da folha destacada não foi possível caracterizar a reação das cultivares estudadas.

Resumo (inglês)

Detached leaves and seedlings of some cultivars were inoculated with F. tucumaniae using different methodologies in order to evaluated their resistance reaction. The conduction of the research work consisted of the following phases: obtainment and maintenance the isolate, evaluation of the pathogen growth and sporulation in different cultura media and luminosity; evaluation of different inoculation methods in detached leaves conditioned either in filter paper and soil being, incubated under two temperatures; evaluation of inoculation methods in soybean seedlings developed in greenhouse (Spring/Summer and Autumn/Winter); reaction of soybean cultivars to F. tucumaniae evaluated in detached leaves; reaction of soybean cultivars to F. tucumaniae evaluated in seedling (Autumn/Winter). The obtained results showed that the fungus sporulation was more intense when grown in a sorghum grain medium. Inoculation methodologies in seedlings showed best results when carried out during the 2005 Autumn/Winter period, because seedlings infection was observed, mainly in the susceptible cultivars, and all the employed methods allowed observation of the disease typical symptoms. FT-Cristalina was the cultivar in which the highest level of plant infection was observed, when the sorghum grain method (GS) was employed. The oat grain inoculation method in detached leaves, led to the highest leaf infection index, and the environmental condition which allowed the highest degree of leaf infection was in the soil under 23oC. FT-Estrela cultivar had 90.2% of their seedlings dead whereas for the CAC-1 cultivar that value was of 46.9% (method GS). Cultivars reaction could not be evaluated by means of the detached leaf method.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

FRANCO, Helena Baroni Junqueira. Metodologias para determinação da reação de cultivares de soja à Fusarium tucumaniae. 2007. xii, 88 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, 2007.

Itens relacionados