Seletividade do halosulfuron isolado ou em mistura com glyphosate para culturas anuais

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2001-12-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O objetivo do presente trabalho foi avaliar a seletividade do herbicida halosulfuron isoladamente e na mistura com glyphosate, aplicados em pré e pós-emergência, para culturas de verão (milho, feijão, algodão e soja) e para culturas de inverno (aveia-preta, azevém, centeio, trigo e triticale). Foram instalados dois experimentos em campo, nas Fazendas Experimentais do Lageado e de São Manuel - UNESP - Botucatu-SP - Brasil. Os tratamentos foram constituídos da aplicação isolada do herbicida halosulfuron (100/150 g ha-1), em pré e pós-emergência, e em mistura de tanque halosulfuron + glyphosate NA e WG (100+4.000 g ha-1 e 100+2.000/4.000 g ha¹, respectivamente), em pré-emergência e em diferentes épocas de aplicação (2, 15 e 30 dias antes e 15 e 30 depois da semeadura). A intensidade da fitotoxicidade encontrada nas plantas das culturas de soja, milho, feijão, algodão e azevém foi devido à aplicação do herbicida halosulfuron, que esteve relacionada com dosagens, época e modo de aplicação. Quanto mais próximo da aplicação do halosulfuron em pós-emergência da semeadura das culturas, maiores foram as injúrias encontradas em suas plantas. Todos os tratamentos testados não proporcionaram sintomas de fitotoxicidade nas plantas de aveia-preta, centeio, trigo e triticale.

Resumo (inglês)

The objective of this research was to evaluate the selectivity of halosulfuron alone and in mixture with glyphosate sprayed on pre and post emergence on summer crops soybean, corn, bean, cotton and for winter crops black oats, ryegrass, rye, wheat and X Triticosacale. Two experiments were carried out at Experimental Station and São Manuel - UNESP - Botucatu-SP - Brazil. The treatments consisted of halosulfuron herbicide (100/150 g ha-1 ) on pre and post emergence application, and in tank mix of halosulfuron+glyphosate NA and WG (100+4000 g ha¹) respectively on pre emergence application and in different timings: 2, 15 and 30 days before and 15 and 30 days after crop seeding . The phytotoxicity in soybean, corn, bean, cotton and ryegrass plants was due to application of halosulfuron which has been related to rates, seasons and mode of application . The higher the rates of halosulfuron application to post emergence of the crops, the higher was the injury found in the plants. All treatments did not injured oat, rye, wheat and X Triticosecale plants.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Planta Daninha. Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas , v. 19, n. 3, p. 351-358, 2001.

Itens relacionados

Financiadores