Uso do clorofilômetro no manejo da adubação nitrogenada para milho em sucessão a pastagem de Brachiaria decumbens

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2007-02-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

A resposta do milho à adubação nitrogenada em cultivo após pastagem depende da espécie, da quantidade de palha, da relação C:N, da população microbiana, das condições climáticas e de outros fatores. O objetivo desta pesquisa foi avaliar a utilização da intensidade da cor verde da folha (ICV), medida pelo clorofilômetro, como indicativo para o manejo da adubação nitrogenada em cobertura, na cultura do milho, em sucessão a pastagem de Brachiaria decumbens Stapf. O experimento foi conduzido em casa de vegetação, em vasos com 29 litros de um Latossolo Vermelho distrófico, com três plantas por vaso. Foi utilizado o delineamento de blocos ao acaso, em esquema fatorial 4 x 4, com cinco repetições, constituído por quatro níveis de nitrogênio (0, 50, 100 e 150mg dm-3) e quatro de níveis de palhada de B. decumbens (0, 5, 10 e 15Mg ha-1), aplicados em cobertura. As doses de N foram parceladas em três épocas: a)1/3 na semeadura; b)1/3 no estádio de 4-5 folhas e c)1/3 no estádio de 7-8 folhas. As determinações da ICV da folha foram efetuadas um dia antes e uma semana após a adubação nitrogenada em cobertura. As quantidades de fitomassa seca de braquiária influenciaram a ICV da folha somente no estádio de 7-8 folhas. A manutenção de maiores ICV da folha do estádio de 4-5 (46,6 unidades SPAD) até o estádio de 8-9 folhas (53,0 unidades SPAD) possibilitou o maior acúmulo da fitomassa seca na parte aérea do milho. O monitoramento da ICV da folha pode auxiliar na avaliação da disponibilidade de N para a planta do milho durante o ciclo.

Resumo (inglês)

The corn response to the nitrogen fertilizing cultivated after pasture depends on of the species, straw amount, C: N rate, microbial population, climatic conditions and other factors. The study was aimed at evaluating the use of the green color intensity of the leaf (GCI), measured by the chlorophyll meter, as indicative for nitrogen fertilizing management sidedress in the corn crop, after B. decumbens Stapf pasture. The experiment was carried out in greenhouse conditions, in pots with 29 liters of a Red Latosol (Oxisol), with three corn plants per pot. The randomized blocks design was used, in 4x4 factorial arrangement, with five replications, constituted by four nitrogen rates (0, 50, 100 and 150mg dm-3 of soil) and four levels of B. decumbens straw (0, 5, 10 and 15Mg ha-1), applied in sidedressing. The N doses were splitting in three times: a) 1/3 in the seeding; b) 1/3 in the 4-5 leaves stage and c) 1/3 in the 7-8 leaves stage. The determinations of GCI of the leaf were made one day before and one week after the sidedress nitrogen fertilizing. The levels of B. decumbens straw only influenced GCI in the seven-eight leaves stage. The maintenance of larger GCI of the four-five leaves stage (46.6) to the eight-nine leaves (53.0) made possible the largest accumulation of the corn shoot dry matter. The monitoring of GCI can help in the evaluation of the N available for the corn during season.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Ciência Rural. Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), v. 37, n. 1, p. 38-44, 2007.

Itens relacionados