Zoneamento de risco de incêndios florestais para a fazenda experimental Edgardia, Botucatu (SP), através de sistemas de informações geográficas

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

O presente trabalho teve como objetivo a utilização de Sistemas de Informações Geográficas para a elaboração de mapas das áreas que apresentam riscos de ocorrência de incêndios florestais para a Fazenda Experimental Edgardia da UNESP, Campus Botucatu. Foram selecionados cinco fatores de risco para a área de estudo e, utilizando uma técnica de tomada de decisão denominada Processo Hierárquico Analítico, seus respectivos pesos foram determinados, sendo, fator Cobertura e Uso do Solo (peso 0,36), fator Proximidade com Estradas (peso 0,36), fator Declividade (peso 0,15), fator Face de Exposição do Terreno (peso 0,10) e fator Altimetria (peso 0,03). Após a sobreposição dos cinco fatores obteve-se o mapa com as áreas de risco incêndios florestais, onde se observa que 69,24% da área possui risco moderado de incêndios e 21,52% da área possui risco alto, sendo estas as classes mais significativas em termos de área ocupada.

Resumo (português)

This study mapped areas at forest fire risk in experimental farm Edgardia, Botucatu city, São Paulo State. Using a geographic information system individual risk maps for factors risk land use and cover, proximity of roads, slope, aspect and altimetry were elaborated and through a technique decisions-making called Precess Analytical Hierarchy their respective weights were determined, being 0.36, 0.36, 0.15, 0.10, 0.03 respectively .After the overlay of factors were obtained the zoning of forest fire risk, where observe that 69.24% of area contains moderate risk of fires and 21.52% area possesses high risk, which area classes most significant in terms of area occupied.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Revista Agrogeoambiental, v. 5, n. 3, p. 55-62, 2013.

Itens relacionados