Influência do espaçamento de plantas no crescimento, produtividade e rendimento do amendoim rasteiro, cultivar Runner IAC 886

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2007-12-14

Orientador

Centurion, Maria Aparecida Pessoa da Cruz

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Produção Vegetal) - FCAV

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Dissertação de mestrado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O presente trabalho teve por objetivo avaliar os efeitos do espaçamento de plantas sobre o desenvolvimento, componentes de produção, produtividade e rendimento do amendoim (Arachis hypogaea L.), cultivar Runner IAC 886. Foram realizados dois experimentos, um na Fazenda São Sebastião de Uchoa, localizada no município de Ribeirão Preto – SP e na Fazenda Três Barras, no município de Borborema – SP. O primeiro em um Latossolo Vermelho eutrófico e o segundo em um Argissolo Vermelho-Amarelo eutrófico. O delineamento experimental utilizado foi em blocos ao acaso com três repetições, sendo testados dois espaçamentos entrelinhas (linhas simples e linhas duplas) e cinco densidades de plantas (6, 9, 12, 15 e 18 plantas por metro). Concluiu-se que no município de Ribeirão Preto, a densidade influenciou a massa seca de planta, o número de ramos, o número de vagens e a massa seca de vagens por planta, não interferindo, na produtividade. Porém, no município de Borborema, a densidade de semeadura influenciou a altura de plantas, o número de ramos por planta, a massa seca de plantas, a massa de 100 vagens e de 100 grãos, o número de vagens, a massa seca de vagens por planta e a produtividade em casca. O espaçamento utilizando-se linhas duplas influenciou a produtividade de plantas, proporcionando acréscimo de 11,1%.

Resumo (inglês)

The present work had the objective of evaluating the effects of plant spacing on the peanut’s development, production components, productivity and yield (Arachis hypogaea L.), of the cultivar Runner IAC 886. Two experiments were carried out, one localized in the municipality of Ribeirão Preto - SP, at “São Sebatião de Uchoa” Farm, with a Tipic Haplustox, and another one localized in the municipality of Borborema - SP, at “Três Barras” Farm, with a Tipic Ultisol. The experimental design was a complete randomized block design, with three replications, being tested two row spacing (simples and double rows) and five plant densities (6, 9, 12, 15 and 18 plants per metrs). It was verified that in the municipality of Ribeirão Preto the density influenced the plant’s dry mass, number of branches, number of pods and pods dry mass per plant, not interfering in the productivity. However, in the municipality of Borborema, sowing’s density influenced the plant height, number of branches per plant, plant’s dry mass, mass of 100 pods and 100 grains, number of pods, pods dry mass per plant and pods shell productivity. Spacing with double rows influenced plants productivity, creating an increase of 11,1%.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

ROMANINI JUNIOR, Airton. Influência do espaçamento de plantas no crescimento, produtividade e rendimento do amendoim rasteiro, cultivar Runner IAC 886. 2007. x, 47 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, 2007.

Itens relacionados