Capacidade de combinação de linhagens de pepino (Cucumis sativus L.) do grupo japonês

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2005-01-25

Orientador

Cardoso, Antonio Ismael Inácio

Coorientador

Pós-graduação

Agronomia (Horticultura) - FCA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Esse trabalho teve como objetivo estimar a capacidade geral e específica de combinação, empregando-se um topcross entre linhagens e populações de pepino japonês. Foram obtidos 16 híbridos experimentais a partir de 2 populações testadoras (geração F2 de Yoshinari e de Natsusuzumi) e 8 linhagens S5 obtidas a partir do híbrido comercial Hokuho, também foi avaliado o híbrido F1 Hokuho, totalizando 27 tratamentos. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados com 4 repetições e cada parcela foi constituída de 4 plantas. Foram realizados dois experimentos em duas épocas, onde foram avaliadas as seguintes características relacionadas ao crescimento vegetativo da planta: comprimento das plantas, número de folhas, número de nós, número de brotações laterais e porcentagem de brotações. Também se avaliou o peso de frutos totais, peso de frutos comerciais, número total de frutos, número de frutos comerciais, porcentagem de frutos comerciais e peso médio de frutos comerciais. As análises de capacidades combinatória foram efetuadas de acordo com o modelo de Geraldi & Miranda Filho (1988). A população de Yoshinari (TY) apresentou, em média, melhor capacidade de se combinar com as linhagens de Hokuho. A linhagem L7 apresentou os maiores valores positivos da estimativa da CGC para a maioria das características avaliadas nos dois experimentos e os híbridos H1Y e H1N, que continham a linhagem L1 como parental, foram os que apresentaram maiores valores para a estimativa da CEC com as populações testadoras para a maioria das características avaliadas nos dois experimentos realizados, enquanto os que tinham a linhagem L5 como parental apresentaram os menores valores. Conclui-se, portanto, que há um alto potencial de se extrair linhagens de Yoshinari para cruzamentos com linhagens de Hokuho, a fim de se obter híbridos tão bons quanto o Hokuho.

Resumo (inglês)

The objective of the present work was obtain general and specific combining ability estimates, using a top cross between lines and japanese cucumber populations. It was obtained 16 experimental hybrids starting from 2 test populations (Yoshinari and Natsusuzumi) and 8 S5 lines obtained starting from the Hokuho commercial hybrid. The Hokuho hybrid F1 was also evaluated, totaling 27 treatments. The experimental design used was randomized block with four replications and for plant per plot. Were evaluated the following characteristics related to the vegetative growth of the plant: length of the plants, number of leaves, number of us, number of lateral produce and produce percentage. Related to the production it was evaluated: weight of total fruits, weight of commercial fruits, total number of fruits, number of commercial fruits, percentage of commercial fruits and weigh medium of commercial fruits. The analyses of combining ability were evaluated in agreement with the model of Geraldi & Miranda Filho (1988). The Yoshinari of population (TY) presented, on average, better combining ability with the lines of Hokuho, the lines L7 presented the largest positive values of gi for most of the evaluated characteristics in the two experiments and hybrids with the lines L1 it was the one that it presented larger values for CEC with the test populations for most of the evaluated characteristics in the two accomplished experiments, while the hybrids of lines L5 showed the smallest values. It is ended that there is a high potential of extracting lines of Yoshinari for crossings with lines of Hokuho, in order to obtain hybrid as good as Hokuho, with the advantage of being adapted to national conditions.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

GADUM, Juliana. Capacidade de combinação de linhagens de pepino (Cucumis sativus L.) do grupo japonês. 2005. xi, 47 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômicas, 2005.

Itens relacionados